[ editar artigo]

A CORRUPÇÃO DA CRIANÇA FERIDA

A CORRUPÇÃO DA CRIANÇA FERIDA

Tive no final de 2021 um aprendizado bem interessante, comecei a estudar Alquimia e uma das primeiras coisas importantes ditas pelo professor (depois dessa vieram muitas outras) é que a corrupção não está fora de nós, no Poder Público, por exemplo. Mas dentro, exatamente onde temos nossa criança ferida.

Ele nos explica que a criança alquímica é a integração de nossas essências feminina e masculina, que os orientais chamam de Yin e Yang. Tudo, em essência, é formado dessas duas energias e sua total integração (as 3 substâncias alquímicas - Sulphur, Sal e Mercurius).  Quando essa integração não acontece ou se perde, a criança alquímica se corrompe, tornando-se uma criança ferida.

Não é difícil percebermos que, trazendo em nosso DNA as histórias ancestrais, os conflitos humanos, a guerra dos sexos e tantas outras formas de corrupção, nós ficamos corrompidos facilmente. E a ganância material acaba por se tornar o símbolo de tudo aquilo que não tivemos a oportunidade ou a capacidade de preencher em nossa infância desgastada pela dor, pela matrix e pela falta de consciência de nós mesmos.

Também não se torna difícil perceber, que embora não sejamos culpados (até porque não existem culpados), somos sim os responsáveis legais pela nossa própria criança interna. Somente a nós caberá a chance de curá-la.

E como disse sabiamente, meu mestre alquímico, nossa única ganância precisa ser a de curar-se.

Com as influências externas que recebemos desde a infância (ou mesmo antes), criamos o conflito interno entre as energias do feminino e do masculino dentro de nós. E quando digo isso, não me refiro apenas a questões de gênero, mas a tudo o que os arquétipos feminino e masculino representam  e o papel de cada um deles em nosso mundo pessoal, desde o azul é para meninos, rosa para meninas, até o suposto poderio masculino sobre o feminino no mundo adulto.

Mas, o que fazer diante de um quadro tão tenebroso? A corrupção tornou-se um monstro de mil cabeças, onde cortando-se uma renascem duas, três ou quatro. E o homem natural vem perdendo essa guerra constantemente.

A resposta está aí!! No homem natural. Outra pérola depositada por meu sábio mestre alquímico foi: " - Só tem sucesso quem encara sua própria sombra". E o que isso quer dizer exatamente?

Ele nos explicou que o ser que não segue os ciclos naturais não é grato.

Assim fica fácil concluir que a própria Natureza se encarrega de cobrar essa fatura, pois que seguindo apenas as facilidades tecnológicas e a "natural" procrastinação criada pela corrupção das energias do Fogo (vontade), Terra (realização), Água (adaptabilidade) e Ar (discerimento), o homem se torne incapaz de integrar sua potência anímica e realizar seu propósito.

Mas, a cura existe. E não está longe, só um pouco escondida sob os escombros que ocultam nossa consciência de nós mesmos. Quando abandonamos nossa própria identidade em favor de ser o que nos pedem, iniciamos o infeliz processo de corrupção.

Isso, infelizmente, começa muito cedo, quando ainda somos crianças e necessitamos do adulto para nos guiar, sem saber que esse guia, dentro de um corpo imenso aos nossos olhos, oculta uma criança corrompida.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você