[ editar artigo]

A Cura

A Cura

 

Querer se curar requer mais do que o desejo de não morrer. A vontade de se curar é um compromisso muito mais profundo com o processo de cura. Ele mostra a capacidade de entrar na jornada de completa transformação de si mesmo, sem concessões ou limitações.
A vontade de se curar é a capacidade de viver preparado para mudança e/ou para o desapego de tudo aquilo que não está contribuindo para o seu bem-estar interior. Nessa jornada de transformação não se pode ter nenhum tipo de comprometimento. Não é suficiente, por exemplo, liberar apenas parte da negatividade ou perdoar alguém apenas parcialmente. E não é suficiente a pessoa admitir que sabe o que precisa fazer e não agir para mudar. A doença floresce no adiamento e nas desculpas. A resposta mental para a cura – quando o indivíduo sabe o que tem que fazer, mas não toma nenhuma providência com relação a isso – é a vontade de viver em ação; em outras palavras, é apenas falar sobre o caminho para a cura, sem, no entanto fazer alguma coisa a respeito
Curar requer transformação. E por essa razão, dever-se-ia reconhecer que a cura é uma questão de coragem. Ela requer uma tremenda força interior para mudar padrões familiares de pensamento e de vida, especialmente quando se está fisicamente fraco. Ainda assim, aqueles que estão enfrentando uma doença devem compreender que a vontade de viver – referindo-se ao desejo de não morrer – não resulta e nem pode resultar em saúde. Curar-se é um caminho de ação.

TAGS

A CURA

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ana Flávia Molinari
Ana Flávia Molinari Seguir

É uma longa história de amor. Foi um presente, procurando na net uma surpresa especial para meu marido, deparei me com um curso cuja ministrante era Olinda Guedes e ali meu coração vibrou, na certeza de que esse seria o GRANDE PRESENTE.

Ler conteúdo completo
Indicados para você