[ editar artigo]

A infância na roça

A infância na roça

 

Uma criança feliz, que mora na roça tem vida humilde e cheia de conforto. Mas muitas das vezes, os pais fazem os filhos acreditarem que vivem lá porque são pobres.

O filho então pergunta: "- Papai, por que moramos aqui no sítio e não na cidade?"
Responde o pai: "- Porque somos pobres, filho!"

E com isso, planta na mente do filho que viver uma vida simples na roça, é porque ele é pobre.

Que pena que confundem uma vida natural, como sendo um ser que vive ali porque é pobre. Isso não é verdade!

Há muito que pensavam que viver no sítio fosse isso. Sabemos que não. A roça é um lugar muito rico e nobre!

Na vida simples da roça, temos contato com o real. Lá tem um cenário real e puro.
Por que real? Porque na roça tem alimentos orgânicos, leite integral, galinhas e etc. Terras mecanizadas, sem contar os pássaros voando sobre as árvores, o sítio é rico em fauna, enfim... tudo vem de muita qualidade.

Na roça tudo é simples. A essência do roteiro se perde, muita das vezes, confundindo como sendo pobre, porque o homem na roça vive livremente.

É luxo viver na roça! Simples e verdadeiro! Leva a pureza na alma e vive um verdadeiro contato com Deus.

Agora, já a cidade é o outro lado da moeda. Ter luxo, belos edifícios, têm uma sociedade aonde alguns vivem na ganância, muita das vezes são arrogantes e matam os que são da roça. A linha de raciocínio é outra e, com seu snobismo, faz o cidadão da roça pensar que é pobre, quando na verdade só há inversão de valores e costumes diferentes.

O pai lá da roça acaba levando seu filho, de vida simples, para estudar na cidade, para tornar um doutor. Na cidade encontra uma vida cheia de regras e, por serem tão simples e humildes, se perdem no outro lado da moeda.

Por que trocou a vida natural pelo o luxo da cidade?

Porque se perdem por carregarem na mente uma ideia cartesiana que morar na roça é ser pobre.

Enfim, o culpado por esse impacto é do pai, que não ensinou a diferença de viver na roça e viver na cidade.

Mas o pai sempre soube que nunca fora pobre, mas fez o filho viver na ilusão que era pobre.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você