[ editar artigo]

A ingratidão x Covid-19

A ingratidão x Covid-19

 

A ingratidão tem o mesmo efeito do Covid-19. Como é triste pessoas que se vestem de egoísmo!

Isto é sintoma de infelicidade: É ser que não enxerga nada e, nem o bem que recebe... Nunca faz nada por ninguém.

Ingratidão é uma doença que contamina a alma, não só do ingrato, mas mata a alma e a alegria de quem está perto.

O ingrato seleciona a sua vítima para despejar sua toxicidade. Por não se valorizar, deixa no outro a sua raiva e dor tóxicas.

As pessoas estão muito assustadas com o Covid-19 mas, a ingratidão fere tanto que, não tem vacina ou antídoto que elimine.

O vírus mata... e mata.

Já a ingratidão, não só mata, como leva sua vítima à depressão... à uma destruição avassaladora, que acaba fazendo o ser a ceifar a sua própria vida.

É forte o que relato!

A ingratidão dói tanto! Oxalá, se terapeuta dá jeito!

Quem está contagiado vírus chamado ingratidão, por onde passa, deixa rastro de muita destruição!

A ingratidão entra no DNA de quem a contrai, segue eliminando o amor, a alegria... até a vontade de permanecer vivo. Com isso, se perde na escuridão, desviando do caminho da vida.

Enfim, o terapeuta fazer sessões e mais sessões, para devolver de novo a paz e a alegria... E muitas vezes, só ameniza a dor.

A ingratidão do ingrato se alimenta na dor do outro... Tem prazer!

Por isso comparo a ingratidão com o Covid-19:

Ele contamina sem olhar a quem... Simplesmente ataca, levando a sua vítima a um desconforto de espírito, que leva o indivíduo a perder a sua força vital, fazendo-o acreditar que não tem mais saída.

Que pena que tem vidas que permitem... e não reagem a este ser chamado ingrato... que transmite a ingratidão.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você