[ editar artigo]

A Linguagem do Sintoma

A Linguagem do Sintoma

Nosso corpo físico é inteligente e uma das formas dele se comunicar conosco é através dos sintomas.

Sintomas são mensageiros da nossa alma, que exige de nós transformação, e que podem ser simples ou complexos. Os sintomas simples são sofrimentos pontuais, proporcionais ao contexto vivido e que podem ser solucionados de maneira mais fácil, com ações objetivas e concretas, como por exemplo, ingerindo um medicamento.

Os sintomas complexos são sintomas que se arrastam ao longo do tempo, tornando-se crônicos, uma vez que passam de geração em geração e são desproporcionais ao contexto vivido pelo indivíduo.

Sintomas complexos são traumas que foram experienciados em dado momento e que podem ser pessoais ou transgeracionais.

Para compreender a mensagem que um sintoma quer nos transmitir, é preciso que façamos as seguintes perguntas:

  1. Eu estou feliz com quem eu vivo?
  2. Eu estou feliz onde eu vivo?
  3. Eu estou feliz com que eu faço?

Para mudar um sintoma, precisamos fazer não aquilo que queremos, mas sim aquilo que é necessário, independentemente da nossa vontade.

Por isso é importante ouvirmos quando nosso corpo fala, entendendo que a cura nunca é rápida pois depende da mudança interior de cada um.

E você, tem ouvido o que seu corpo tem a lhe dizer?

Com carinho,

Glória Caroline Neri Mantovani

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você