[ editar artigo]

A MINHA RELAÇÃO COM O TEMPO E O DINHEIRO

A MINHA RELAÇÃO COM O TEMPO E O DINHEIRO

Durante muitos anos da minha vida as pessoas me diziam que eu era muito ingênua. Ah! Como isso me chateava e me entristecia, pois dentro de mim eu desejava ser uma mulher forte, sábia e que conseguia lidar com as coisas da vida com muita maestria. Ledo engano...

Hoje tenho consciência da minha ingenuidade e da simplicidade da minha vida. Meus amigos estavam certos!

Hoje tenho a consciência da dificuldade que sempre tive para lidar com o dinheiro e com o tempo. Simplicidade essa que eu trouxe do meu sistema familiar pois os meus pais e os meus avós também eram pessoas simples, humildes e de coração muito puro.

O dinheiro...

Em relação ao dinheiro aprendi que era algo sujo, que era um objeto do mundo dos corruptos. Quanto engano! Aprendi que para ser uma pessoa do bem, o dinheiro não deveria ser colocado entre as prioridades da vida. Que engano feio.

O tempo...

Anos se passaram, o tempo passou, o tempo está passando... Ah! Tempo, eu acordei.

Acordei para um lindo despertar da vida. Acordei com muita energia e com muita solicitude. Não quero voltar no tempo, até porque não posso e não há como voltar. Mas quero agradece-lo pois, em tempo, ele permitiu que eu compreendesse que na vida podemos ser melhores e felizes.

Hoje me associo amorosamente ao dinheiro e ao tempo pois sei que ainda há tempo. Que muitos anos eu tenha para viver esta plenitude de vida.

Gratidão ao tempo que me permitiu compreender e ter o desejo pelo dinheiro, pois com eles, parceiros de vida, quero realizar muitos dos sonhos que ainda moram em meu coração.

 

Ikebana Inspiration #2

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Célia Macorin Gomes
Célia Macorin Gomes Seguir

Graduada em Pedagogia e Mestre em Educação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você