[ editar artigo]

A negação à pandemia é o medo de morrer

A negação à pandemia é o medo de morrer

Acredito que, alguma vez, todo mundo já pensou em sua própria morte. Pois que se diz por aí que ela é a única certeza da vida. Mas, eu imagino que, nessa nossa geração, seja a primeira vez que tantas pessoas ao mesmo tempo tenham pensado na possibilidade disso acontecer. Ainda que seja, por alguns curtos instantes, já que algumas pessoas se arrepiam ou se apavoram diante da palavra morte.

As notícias vinculadas na mídia do mundo inteiro nos dão conta de uma quantidade imensa de mortes diárias, coisa que, mesmo em tempos tão difíceis, é assustador para todos. Uma quantidade de mortes que mesmo contabilizando várias outras causas levaria pelo menos alguns dias para acontecer.

No entanto, o tema que impera nas discussões é se devemos ou não manter o isolamento social, não esquecendo que muitos nem sequer devem ter adotado esse procedimento em algum momento.

As pessoas estão sinceramente preocupadas com sua vida cotidiana, com seu emprego, se vai ter o que comer na semana que vem, uns achando esse papo de isolamento uma bobagem, outros tomando a #fiqueemcasa como bandeira, enfim. Não se chega, propriamente, a um consenso.

Mas, de fato a vida segue, e alguns (espero que a minoria) aos poucos vão retornando às suas atividades por conta própria, porque a vida não pode parar. As pessoas estão de fato voltando à vida normal. E por quê?

Eu poderia dizer que é a fé do povo brasileiro, mas na verdade, não é. As pessoas me parecem mais em um processo de negação, tipo: aquilo que não vejo não existe (e nesse caso é literal, já que o vírus não é visível a olho nu). As pessoas buscam notícias positivas (e acredite, isso pode ser a luz), recusam-se a usar máscaras na rua, por medo do "ridículo", cumprem alguns protocolos e outros não, rezam pedindo piedade, perdão ou milagre. 

As pessoas estão com  medo de morrer, e temem a morte por ela ser culturalmente uma desconhecida, mesmo que morram pessoas todos os dias e por mais que existam milhares de teorias sobre o que virá depois . E de fato, ninguém sabe, porque ninguém voltou literalmente para contar. 

" Negação em psicologia é um mecanismo de defesa que refere-se a um processo pelo qual a pessoa, de alguma forma, inconscientemente, não quer tomar conhecimento de algum desejo, fantasia, pensamento ou sentimento. " (Fonte: Wikipédia).

Aí está a resposta nua e crua para todo esse caos de fazer ou não fazer, respeitar ou não respeitar, morrer de fato ou não morrer. E não é só isso, outra questão muito importante que as pessoas parecem não perceber é um processo de transformação (que a morte sempre simboliza) que está ocorrendo no Planeta, movido por algo que não somos capazes de classificar, por isso tem muitos nomes, e que está literalmente, pondo ordem nessa zona (com o perdão e impropriedade da má palavra) nesse caos que o ser humano criou, alimentou e agora nega (outra vez, a negação).

Mas, penso que seja tarde para fugir, muitos terão que lidar bem de perto com a morte, e sempre será assim, até que ela deixe de "existir' ou que o ser humano deixe de negá-la. 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você