Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
Constelações SistêmicasVOLTAR

A VERDADE SOBRE O SOFRIMENTO HUMANO

A VERDADE SOBRE O SOFRIMENTO HUMANO
Maria Célia Pexe Plens
fev. 27 - 4 min de leitura
010

DADOS DA LEITORA

Nome completo: Maria Celia Pexe Plens

Curso: Formação Real em Constelações Sistêmicas

Data: 23/04/2022

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: A verdade Sobre o Sofrimento Humano

Autora: Olinda Guedes

Edição: 1ª edição                       Local de Publicação: Curitiba/PR   

 Editora: Appris                          Ano: 2019

. Qual a mensagem global que a autora deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

A vida não é fácil para ninguém e a ignorância é a mãe de todo sofrimento que pode ser curado a partir da verdade (conhecimento).

. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

- A negação do sintoma é um obstáculo à cura;

- O que causa sofrimento é a violação dos princípios sistêmicos: pertencimento, compensação e ordem;

- Ao compartilhar segredos com os filhos, os pais violam o princípio da ordem e se enfraquecem;

- Nosso corpo capta e envia informações o tempo todo. Aprendamos a controlar nossos pensamentos e sentimentos;

- “Amadurecer é entender quais tarefas o nosso destino pede de nós e realizá-las”;

- Milagres dependem de nossa submissão, nosso rigor e nossa disciplina;

- Um sintoma é um bom mensageiro. Ele precisa ser ouvido e sua mensagem, atendida;

- Corpo de Dor é a soma da memória traumática com a reação (dispêndio de grande parte da energia vital e criativa) para evitar acessar essas memórias;

- Sendo a morte apenas uma das etapas de existência, nossa contribuição, nosso legado, positivo ou negativo, o que fizemos de bom ou prejudicial, permanece;

- Considerando o tempo sistêmico, passado e futuro se fundem num grande agora onde se manifestam memórias felizes ou traumáticas.

. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia).

Através dos cinco sentidos comuns – esses que nos ensinam nas escolas – nosso corpo se comunica o tempo todo entre o concreto e o abstrato. Pensamentos e sentimentos nossos circulam como energia no ambiente e influenciam tudo e todos. Manter um ambiente aconchegante, perfumado, minimamente organizado estimula sensações positivas, bem-estar. Da mesma forma,  atentar para as mensagens sonoras, para os ruídos, músicas que promovam calma e paz na alma.  O corpo fala – páginas 55 a 59.

. O que você transformou em si mesma com a leitura deste livro?

A visão de sofrimento. De pensar no sofrimento como vítima e que a solução está numa mudança externa.

Acolher e aceitar o sofrimento com gratidão e perceber nele o movimento que cura.

. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

Ser mais disciplinada adotando uma alimentação que diminua os níveis de colesterol LDL, praticando atividades físicas com mais intensidade e frequência.

. Se você encontrasse a autora do livro, o que você diria a ela?

Gratidão pela oferta de tantas oportunidades de cura. Gratidão por ter te “encontrado” nessa minha linda trajetória nesse plano da vida.

. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

  • Meu esposo - para partilharmos os conceitos aqui apresentados;
  • Minhas filhas – Darçone, Dalila, Diélly e Dionara porque sendo jovens e adotando novo discurso e nova prática, influenciam outras pessoas ao longo de suas vidas;
  •  Minha cunhada e minhas irmãs – para despertar suas consciências.

Gratidão!

#fichamento

 

Participe do grupo Constelações Sistêmicas e receba novidades todas as semanas.


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você


    Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica

    Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

    A Squid é uma empresa LWSA.
    Todos os direitos reservados.