[ editar artigo]

A VIDA DE MEUS PAIS

A VIDA DE MEUS PAIS

Gratidão meus pais, por me permitirem chegar até aqui para contar as suas histórias!

Meus pais se casaram em 29/09/1960 e tiveram 12 filhos, desses um não chegou a  nascer e outro faleceu. Quando se casaram ele tinha 22 anos e ele 19, e inicialmente foram morar na roça. Os primeiros cinco filhos tinham um intervalo de mais ou menos 18 meses entre um e outro.

Segundo meu pai, eles tinham uma vida razoavelmente farta, a alimentação provinha da lavoura e de animais domésticos, além de receber um pequeno salário por prestação de serviços no local onde moravam. Relatou ainda que a vida conjugal era tranquila, apesar do gênio forte da mamãe. Quanto à infância, lembra que brincava de pião e bolinha de gude e também estudava. Permaneceu pouco tempo na escola devido aos afazeres de casa, inclusive cuidar dos irmãos mais novos para minha avó trabalhar.

Percebo certo prazer e satisfação ao falar do passado.

Quanto à minha mãe, segundo informações, era geniosa e pavio curto desde criança. Como filha, vejo que era muito rígida consigo e com aqueles que estavam ao seu redor e devido a isso tinha dificuldade de demonstrar alegria, sorria pouco, era tímida, bondosa e carinhosa. Mas não deixava essas virtudes transparecerem. Sua irmã, minha tia, disse que na infância sempre foi uma criança reservada.

Me dou conta que a minha vida é um presente e percebo isso quando volto meu olhar para a vida deles, em especial a minha genitora que fez o que sabia, nem mais, nem menos!

Gratidão minha mãe!

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você