[ editar artigo]

Abdômen e a Mãe

Abdômen e a Mãe

"O nosso abdômen carrega a nossa memória de digerir o mundo, de interagir com a realidade cotidiana. A nossa memória de poder.

Doenças no abdômen demonstram dinâmicas regressivas em direção à mãe.

Barriga é mãe. Poder vem da mãe. Poder de assimilar, criar e descriar a matéria.

Nosso baixo ventre, nossa pélvis, nossos quadris, nossa genitália, informam sempre sobre nossa vitalidade. Sobre a alegria de viver, sobre o prazer de viver.

Disfunções desses órgãos demonstram memória sistêmica de medo, de desproteção das figuras parentais, por exemplo: num bombardeio, uma criança é atingida. Em sua alma acontece um registro de dor em relação aos seus pais: “Onde eles estavam que não me ampararam?”

Para a criança o mundo é os seus pais. Então ela faz xixi, ela tem dor de barriga ou prende o intestino. Esta criança permanece viva em nós esperando a proteção chegar... muitas vezes, por gerações. Então, o medo permanece.

O prazer da sexualidade tem a ver com segurança.

O medo é a base da disfunção erétil, da ejaculação precoce e da frigidez. Também da incontinência urinária e da constipação intestinal.”

(Olinda Guedes em Treinamento Sistêmico em Constelações Familiares e Organizacionais - Módulo 4, Sintomas e Doenças, maio/17)

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você