[ editar artigo]

Abuso

Abuso

O caso de meu cliente me parece uma depressão. Durante o Reiki começou a falar,  aos oito anos foi abusado pelo pai várias vezes.

Ele carrega tanta dor. Porque o pai já faleceu e a mãe e a irmã não sabem o que aconteceu com ele na infância. Sinto que o caso dele é grave. Ele acha que o pai faleceu e não pagou pelo que fez.

Agora ele é pai, tem três filhos. Culpa-se, não é um bom pai.

A filha do meio tem 10 anos e apresenta atraso cognitivo leve.

Gostaria de orientá-lo, de ajudá-lo. Como faço? “

Cresci com minha avó. Ela sabia tudo sobre as fases da lua, e nos mostrava e ensinava. Ensinava que tudo é passageiro, que tudo está, mas ao mesmo tempo não vemos tudo. Principalmente quando era Lua Nova. Ficava tudo tão escuro, apenas um filete de luz no céu.

Mas a lua inteira sempre estava lá.  Anos depois, estudei Física. Fiquei encantada ao conhecer as leis da natureza: tudo se transforma, nada se perde. 

Algumas coisas que meus professores falavam... Nossa, me encantavam!

Uma estrela que podemos estar vendo agora, pode ser uma estrela que já não existe mais.

O que você não vê, não significa que não existe. Por outro lado, o que vê agora, sua existência física pode já estar no passado...

Então, agora, em minha profissão linda de ajudar pessoas a serem felizes, eu me dou conta de que tudo o que eu precisava para ajudar as pessoas, aprendi boa parte com minha avó.

Se você der atenção para o que é importante, você será feliz.

Se prestar atenção ao sofrimento que aconteceu um dia, com alguém, há muito tempo, mesmo que não exista mais, ele ainda vai lhe machucar.

Na vida tudo é ilusão.

Na vida tudo é realidade.

Quem vive de coisa morta é um certo tipo de ave, o urubu. Gente tem escolha.

Sei lá, minha avó é linda, porque quem a gente ama, não morre.

Gosto muito de um autor chamado John Bradshaw, ele diz:

“Para realmente estar comprometido com uma vida de honestidade, amor e disciplina, devemos estar dispostos a nos comprometer com a realidade.”

Aliás, recomendo a leitura dos livros de sua autoria, dentre eles: A Criação do Amor e Curando a Vergonha que Impede de Viver.

Eu só fico pensando que quem quer denunciar uma coisa que aconteceu faz tantos anos, deveria por a boca no trombone e logo ver que não dá ibope nenhum, porque quem já morreu não pode mais ser linchado. A humanidade julga e pune - oh, satisfação perversa! Apenas isso. Vingança nunca fez a vida ir para diante.

Mas se ele precisa tanto contar o que aconteceu, que tal ele ficar feliz por ter lhe contado? Ou ainda: escrever tudo numa carta e, junto com você, fazerem uma linda cerimônia de queimar isso tudo e deixar o lixo se transformar em adubo?

Talvez um exercício muito simples, feito com amor o ajude tanto.  

Também: ser um bom pai é uma questão de escolha. Como adulto que é, ele pode imediatamente aprumar-se e ser uma pessoa com atitudes melhores, mais apropriadas ao que ele sabe que é ser um bom pai.

Ou será que ele não sofreu o suficiente para saber que a infância passa rápido, mas as memórias nem sempre? 

Filhos não só precisam, como merecem bons pais. Eles são a razão de nossa vida.

Passado não justifica presente - por vezes, explica. Mas o presente, este sim, pode criar um futuro totalmente diferente. É tempo dele ser feliz e pode ser agora.

 

OLINDA GUEDES é mãe da Nina e Camila Maria, apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras.  É mãe de mais outros cinco príncipes na terra, e quatro anjos no céu.

Aos cinco anos de idade sofreu abuso de familiar. Sua irmã a ajudou. Tudo se resolveu.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

#novolivo #constelações #sabersistemico

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você