[ editar artigo]

Adoção

Adoção

"Estou pensando em adotar. Confidencia a moça, já mulher".

Então, diz cheia de agonia no olhar: Tenho medo! Será que dou conta?

Logo lembrei: Filhos devem causar brilho nos olhos. Medo nos olhos deve ser outra coisa.

Perguntei sobre sua vida: Pertence a uma família de muitos irmãos, mas sempre sentiu-se muito só.

Queria tanto um marido, um cachorro, um papagaio, um carro, viajar e ter um filho. Nesta ordem.

O cachorro morreu faz um tempo, ficou com medo de ter outro e sofrer muito.

O papagaio nunca veio porque descobriu que o bicho não respeita muito o óleo de peroba na movelaria linda da casa.

O carro? Prefere uber, é mais em conta.

Viajou? Bem que gostaria, mas o trabalho a consome.

O marido achou uma sem graça e caiu fora. Tinham terminado de quitar o apartamento bonitinho, lindinho que compraram. Três quartos. Pequeno, mas três quartos.

Agora quer ter o filho. Entendi. Pensei... e ainda estou pensando.

Havia um conto que minha avó dizia: "No pouco se revela o muito".

Neste caso, aqui se revela muito.

Ainda bem que chamaram o seu vôo. Fui salva pelo tempo.

Alguém que ainda não é filho, não pode ser pai. Essa é a ordem."

 

Olinda Guedes

 

#autoria #livronovo #trauma #amor #familiareal #olindaguedes

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você