[ editar artigo]

Amor Imenso

Amor Imenso

 

“Primeiramente parabéns pelo seu gesto de amor pela adoção de seus filhos, te admiro ainda mais.” EB  - via email.

Sim, é um gesto de amor. Querida Bete, como carinhosamente nós a tratamos. Não é coragem, não é vaidade, não é maluquice.

É apenas um gesto de amor.

Hoje, falando com D. Rosa, da Pousada Rosa Park, ela me abraça alegremente, cumprimenta e diz: - Sim, Olinda!  Eu criei nove filhos. Você também criará os sete!

Pensei: - Sim, querida Rosa!  Todos nós podemos muito mais do que pensamos, ainda mais quando se trata de amar e cuidar.

Outro dia, em visita à minha querida ginecologista, ela perguntou: - O que aconteceu de novo?  Já fazia um bom tempo que não nos víamos. Eu disse com um sorriso do tamanho do mundo: - Sou mãe!  Ela me olhou espantada. Porque sabe que ela é minha médica amada. Jamais iria parir sem tê-la como aliada, parteira. Então, disse: - Oh, adotei!  A Nina chegou ano passado, saí da maternidade com ela nos braços. Agora em novembro, chegaram outros 6 filhos, todos irmãos biológicos.

Ela me deu outro abraço imenso, daqueles que só quem conhece o coração da gente sabe oferecer, e disse: - Parabéns!!  Encheu sua casa de alegria.

Nossa casa está cheia de alegria, e tudo o mais.

Claro que conversamos: - Como faz? Eles trazem enxoval consigo?

Então, lembrei bem do que ensino: todos temos tantas memórias a serem zeradas. Ninguém nasce em branco. É uma grande bagagem que trazemos conosco. Por vezes, pesadas demais, outras nem tanto. Quem sofre menos, ajuda aqueles que mais trabalham para seus sistemas.

Mas disse-lhe que temos recebido tantos presentes, doações... todas deveriam vir com laço dourado. Porque as pessoas tem sido tão generosas conosco. Amigos que eu nem sabia existir.

Chegam nossos filhos com suas memórias e com eles uma nova história, e tantos outros anjos.

D. Rosa falou outra frase bonita: “Quando chegam os inocentes, Deus atua com sua providência.” 

Sempre acreditei que filhos são bênçãos. Que irmãos não podem ser separados.

Tenho sofrido muita crítica.  Infelizmente, e tenho me aborrecido com isso.

Ouvi de uma pessoa que tem me ajudado tanto: “Não conhecem suas motivações ou condições. Criança não precisa de luxo! Criança precisa de amor e família. Não tenha vergonha de aceitar doações, pois sei que mesmo sem elas seus filhos terão vida boa, mas doações são sempre bem-vindas. E você foi habilitada para grupo grande de irmãos.”

Essas perguntas ficam em meu pensamento:

Alguém aqui crê que por motivos financeiros alguém deveria doar seus filhos?

Alguém aqui deixaria de estender as mãos e ajudar aqueles que porventura precisam?

Alguém aqui deixaria seus bens guardados em detrimento de outrem que poderia ter sua vida melhor com essa doação?

Não tenho orgulho em aceitar ajuda.

Não tenho arrogância. Do mesmo modo que ajudo, concordo em ser ajudada.

Não tenho avareza para querer deixar fortunas para filho único.

Acredito no amor, no bem comum, na cooperação, na caridade, na generosidade, na alegria.

Acredito em autoridades competentes e éticas que, avaliando com toda seriedade que lhes é confiada, deferiram minha habilitação para grupos de irmãos.

Sempre honrarei o que me foi confiado.

Tenho estado tão pensativa a respeito dos comentários feitos sobre minha vida. Sobre a adoção.

Agradeço se cada um que tem feito postagens e comentários indevidos, se afastem de mim e de nossa família. Ou que estendam a mão ao invés de palavras afiadas. O mundo precisa de mais amor, mais amor, por caridade!  Ou cale-se.

 

 

 

OLINDA GUEDES é mãe da Nina Maria, apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras.  É mãe de mais outras seis majestades na terra, e quatro anjos no céu.

Em nossa casa, já estamos preparando a Cantata de Natal. Os amigos estão convidados.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você