[ editar artigo]

APRENDIZADO DO MÓDULO 02

APRENDIZADO DO MÓDULO 02

Como já deu para perceber, a Prof.ª Olinda, com seu jeito encantador, às vezes querida, às vezes rígida, faz com que a cada aula se constele e se cure.

Mas quando falo de cura, é cura de alma, lá dentro.

Você vêm desabrochando como um girassol, em momentos é apenas uma pequena semente, depois um planta, depois apenas um botão de flor que busca luz para desabrochar e, em questão de segundos ela traz você para a grande flor, com toda vitalidade e força.

Volta a ser criança, bebê, e ao mesmo tempo já está adulto, e com muita força, sentindo aquele amor lá dentro, na alma, aquele amor que cura, acolhe, enxerga "além do aparente", mas também aquele amor rígido, que cobra, ensina, marca e busca à cada dia ser ainda mais você, sem estar se submetendo à situações que a coloquem em sofrimento.

Assim, ela ensina e nos mostra o caminho, reorganizando tudo e colocando em ordem novamente em nossa vida, e reorganiza desde o começo, lá atrás, quando ainda muitos de nossos ancestrais sofriam e sobreviviam com todas as suas forças para que hoje pudéssemos estar aqui, aprendendo.

Quando comecei a busca de conhecimento pela constelação, já tinha uma certa facilidade de entender o universo e também estava aprendendo a aceitar as mensagens do universo, pois muitas vezes as mensagens do campo não eram o que eu queria escutar ou ver no momento, pois ainda estava me deixando ser comandado pelo ego. Um livro chamado "O seu maior inimigo: o ego", começou a me mostrar o vazio que eu estava vivendo.

Assim, encontrei Olinda, que foi indicada por um professor, não dei tanta importância. Sabia que queria fazer o curso, mas ainda não era a hora, e fui buscando o que tem de melhor. Conheci outros professores, mas como o campo informa, desde o começo me vinha Olinda na cabeça, então deixei meu eu seguir sua real vontade. Foi assim que encontrei a Escola Real, com a Mestra Olinda mostrando as constelações reais, como em situações vividas na realidade.

Muita teoria, mas também muita prática, realidade, mostrando o lugar certo, trazendo a ordem para os ensinamentos.

Ela consegue de forma sutil e amorosa mostrar a ordem para que consigamos trazer este ser, que lá dentro nos habita, para fora, para a vida.

Entendendo que nossa lealdade ao nosso sistema pode continuar com todo amor e sem sofrimentos, aprendemos a deixar o sofrimento e as dores com cada um aos quais lhes pertencem, e escolher levar com todo o amor só o que teve de bom na história de cada um.

De forma respeitosa entregamos o sofrimento e pedimos perdão, para a partir de agora fazer diferente, assim tendo todo o sucesso e toda a felicidade do mundo que eles sempre desejaram para nós.

Quando aprendemos a olhar para as informações do campo, paramos de bater de frente com muitas coisas e silenciamos, pois ali no conflito ou na felicidade há muitas oportunidades para a nossa cura de alma e nossa evolução.

Difícil explicar para as pessoas que não estão inseridas no universo das constelações, a paz e o amor que vêm tomando conta da nossa vida, da nossa essência.

Entendo também, que para se tornar um constelador, e realmente, efetivamente ajudar as pessoas, temos que primeiramente permitir a cura em nós, pois não curamos ninguém, nem Olinda cura ninguém, sem também experienciarmos a cura.

Nós, como ajudantes, apenas mostramos os caminhos, as opções e assim a pessoa segue sua jornada da forma como ela quiser. 

Aqui na Escola Real sentimos uma conexão com a espiritualidade, com o universo, e quando falo em espiritualidade não falo com olhar da religiosidade, mas sim na conexão com tudo, pois a natureza nos ensina isso, abundância em tudo.

Olhar para a natureza é respeitar a ordem, pois nós viemos na natureza e não a natureza veio até nós. Na natureza aprendemos todas as leis, pois o dar e receber é muito claro.

Ao buscarmos as informações na natureza vamos encontrar todas as respostas que buscamos uma vida inteira muitas vezes.

Nossa!

Até isso Olinda consegue nos fazer! Não sou de escrever, mas quando começo o resumo de módulos não dá vontade de parar, pois é tanta coisa... Fazer uma viagem rumo ao nosso interior tem um valor imensurável, pois é tão lindo e tão belo que jamais imaginei ser quem sou hoje, ou melhor, ser quem eu sempre fui, só não via antes.

Eu me vejo, eu me entendo... Assim também eu me amo, eu me cuido, eu me admiro, eu me desafio, eu me exploro, conseguindo despertar este gigante interior que estava adormecido, esperando eu olhar para ele.

Tiveram que se passar 37 anos para que pudesse enxergar, mas enxerguei.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você