[ editar artigo]

ARQUÉTIPO DO PRESÉPIO DE NATAL

ARQUÉTIPO DO PRESÉPIO DE NATAL

“Arquétipo: indica a existência de determinadas formas na psique, que estão presentes em todo tempo e em todo lugar.” (Jung).

O presépio é um arquétipo presente em quase todos os cantos do nosso planeta. E tem tem como figuras parentais principais: PAI, MÃE E O FILHO.

E como estão estas três figuras dentro de você?

A vida se inicia com um pai (genitor) e uma mãe (genitora) é a materialização de nossa origem. Reagimos a estas figuras tanto na presença afetuosa como na ausência percebida e estão presentes em nosso DNA e em nossas memórias pessoais e transgeracionais.

NOSSA VIDA PASSOU POR ELES DO JEITO QUE PODE SER.

A mãe ou a função materna são os primeiros vínculos afetivos, cuidados pessoais, o primeiro campo emocional de vida e o primeiro referencial de vida. Representa a figura que gera, carrega no ventre, alimenta, acolhe e cuida. Sem esta figura a vida seria impossível de se prolongar e na ausência desta figura o destino sempre se encarrega de trazê-la na forma de outro ser (tia, madrinha, avó, cuidadora etc).

O pai ou a função paterna é o segundo referencial de vida, a possibilidade do desenvolvimento de maiores habilidades exploratórias e assim a representação do externo, da aventura, da direção.

A primeira grande conquista de nossas vidas é a CONCEPÇÃO, a união entre um homem e uma mulher - um pai e uma mãe. E é a primeira experiência de parceria entre o masculino e o feminino.

A segunda grande conquista é o NASCIMENTO.

A terceira grande conquista é ter o pai e a mãe dentro de si, ou seja, um OUTRO NASCIMENTO de paternizar e maternizar a si mesmo e olhar para si com o grande objetivo: “Eu____adulto(a) agora acolho e cuido da minha criança interior. Eu serei o pai e a mãe da minha criança e darei a ela o que necessita a partir de hoje. Eu darei todo o amor, acolhimento, alegria e…

Todo ano no dia 25 de dezembro revivemos o nascimento de Jesus na imagem do presépio e que possamos reviver a cada ano o nosso OUTRO NASCIMENTO na ação de acolher, acalentar, ouvir, cuidar de nossa criança interior e no objetivo de ir para vida, arriscar, trilhar novos caminhos e ser feliz.

Feliz Natal!

 


 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Cláudia Aparecida de Souza Monsôres Seguir

Sou terapeuta sistêmica, em sincronicidade, sistêmica em Floral de Bach, consteladora professora de Geografia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você