[ editar artigo]

AS LEIS DO AMOR E OS MOVIMENTOS QUE CURAM

AS LEIS DO AMOR E OS MOVIMENTOS QUE CURAM

 

Com alegria ouço que: “é sempre tempo de ter uma infância feliz, é sempre tempo de se curar”. Sim, é sempre tempo para buscar a felicidade! Qual o caminho? Conforme compreendido no segundo módulo, existem leis no amor e movimentos que curam, pois tudo é amor. Devemos observar dentro dos movimentos sutis da alma a lealdade que temos aos nossos pais e ao nosso sistema.

Muitas vezes essa “lealdade” acaba por nos prender e emaranhar pela falta de compreensão de tais movimentos.

Alguém que na infância sofreu uma abordagem negativa dos pais, como uma abordagem machistas, mais adiante irá sofrer com algum tipo de bloqueio ou emaranhamento, como o exemplo da senhora citada neste módulo, a Mariana, que quando pequena ouviu do pai que mantivesse as perninhas fechadas ao usar saia.

Por mais que aquele pai se mostrasse amoroso, havia no sistema familiar uma mensagem machista que a acompanhou por quase toda a vida, a impedindo de ter um relacionamento amoroso. Tais informações armazenadas no campo morfogenético, citado por Bert Hellinger, em: A fonte não precisa perguntar o caminho.

Mesmo sendo alguém bonita e desenvolta, ela não conseguiu relacionar-se amorosamente com outras pessoas, casar e ter filhos. Assim adoeceu a alma, tornando-se depressiva.

Anos depois, após terapias ela conseguiu identificar esse movimento sutil que estava preso em sua alma e libertar-se. Mesmo idosa, Mariana não desistiu da vida, porque sempre é tempo para se curar. Ouso dizer, sempre é tempo de retornar a infância e a tornar feliz.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você