[ editar artigo]

Autoconhecimento e equilíbrio emocional são fundamentais para a saúde das relações

Autoconhecimento e equilíbrio emocional são fundamentais para a saúde das relações

Um dos fatores mais importantes no desenvolvimento de uma relação saudável, seja no casamento, na relação entre pais e filhos ou em qualquer outra, é sem dúvidas a comunicação.

A comunicação vai além das palavras e passa pela expressão facial e corporal. É por meio da comunicação que se expressam pensamentos e emoções.

Muitas vezes a incongruência entre o que se está falando e o que se está expressando causa ruídos na comunicação.

Dizer que está tudo bem com expressão de que não está nada bem causa desconforto no outro que não consegue entender e confiar na mensagem e frustração em quem falou por não ter expressado com veracidade o que sente.

Sentimentos como raiva são difíceis de serem expressados sem que se deflagre um conflito, porém a raiva é um sentimento legitimo e se bem direcionado pode ser útil. Raiva expressa com gritos, ofensas e aspereza só gera dor e confusão, porém entender a raiva como uma emoção natural do ser humano e expressá-la com empatia pode salvar uma relação.

A empatia é a capacidade de compreender e compartilhar das emoções e percepções da outra pessoa (se colocar no lugar do outro).

Em uma relação onde há empatia quem vai comunicar a raiva que está sentindo vai fazê-lo de forma que não ofenda falando do que sente e o que o faz se sentir assim, afinal cada um é responsável pelos próprios sentimentos. E quem ouve vai também ouvir com empatia, e ao se colocar no lugar do outro fazer o possível para entende-lo e perceber como pode ser útil para que ele não sofra com a raiva.
Imagine a situação:

 Esposa: (gritando) "VOCÊ CHEGOU ATRASADO OUTRA VEZ!!! EU ODEIO ISSO."
 Marido: "SIM!! POR QUE, JÁ VAI COMEÇAR?"

Ou:

Esposa: (voz firme sem grito) "Me causa muita raiva quando fico esperando."
Marido: "Sinto muito, vou fazer o possível para que não aconteça mais."

Parece difícil, mas não é. É fundamental conseguir nomear as emoções que se sente, raiva, tristeza, frustração... para que se possa comunicar com clareza e de forma eficaz, por outro lado é fundamental que ambos tenham empatia. Se existe empatia, quem ouve a mensagem, se colocando no lugar do outro, vai entender que sentir raiva é desconfortável e fará o que for preciso para não provocar este sentimento.

E as suas relações, como estão?
Lembre-se: Autoconhecimento e equilíbrio emocional são fundamentais para a saúde das relações.

📍Luciane Santos 

Pedagoga e Terapeuta 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Luciane Santos
Luciane Santos Seguir

Olá!! Sou Luciane Santos Pedagoga e Terapeuta . Apaixonada pelo Aprendizado e Desenvolvimento Humano. Acredito que estamos nessa vida para sermos cada dia melhores, realizados e felizes com nossas escolhas. Seja Bem Vindo!!

Ler conteúdo completo
Indicados para você