[ editar artigo]

Bicho besta

Bicho besta

Minha tia é bióloga, então pensei em perguntar a ela qual a função ecológica do ser humano dentro do ecossistema. Eu confesso que não sei. Não lembro de ter estudado isso nas aulas de Biologia no Ginásio (eu sou da época que chamava Ginásio e não se falava em Ecologia). Imagino que deva ter, uma vez que a ciência vem investigando e descobrindo que animais e plantas cumprem papéis fundamentais na ecologia do Planeta. Mas, ainda não perguntei. Até porque se eu perguntar, dependendo da resposta, perco a oportunidade do desabafo, objetivo primário desse artigo.

Talvez alguns leitores se ofendem com o título, mas eu acho o ser humano um bicho besta mesmo, e claro, estou incluída nesse contexto. Por que se afinal, fazemos parte de um sistema maior onde todos os seres colaboram entre si, qual o papel que estamos (Meu Deus!!!) deixando de cumprir? Claro que a procriação humana tem uma função importantíssima dentro do sistema, mas será só essa a utilidade do humano para o mesmo? 

E quando digo sistema, estou falando única e exclusivamente de vida natural (até porque não existe outro tipo). Da qual, obviamente, fazermos parte, ainda que nos esqueçamos disso. E para a qual inclusive, alguns sistemas políticos estão tratando de retornar (sabiamente, ainda que lentamente).

Deixo claro que isso é um desabafo e que talvez minha ignorância seja tanta que me bloqueie a resposta óbvia, mas temo que não!!!

O que consigo enxergar é o ser humano sendo o maior predador do sistema. É certo que a natureza também se serve dessa função para a extinção de pragas e para a sobrevivência. Mas, aparentemente o ser humano falha por fazer mal uso da faculdade que o faz "superior" às outras espécies, que seria a mente racional ou a consciência de si mesmo. 

É bem verdade que, para o bom observador, não é nada disso. Porque é a disfunção emocional a causadora real da destruição perpetrada pelo ser humano. Porém, animais e plantas também, em graus variados, manifestam emoções.

Muitos poderão afirmar que estou sendo injusta, porque o ser humano tem sobre si uma série de encargos, compromissos e responsabilidades maiores que "simples" animais ou plantas. Verdade, já começa pelo fato de que o animal humano necessita ao nascer de cuidados por maior tempo que outros filhotes, por exemplo. Mas, muitos desses encargos foram criados não pela necessidade da vida, mas pelos desejos do ego.

As questões são várias, e esse tema geraria muitos debates e questionamentos (capacidade essa que só o ser humano demonstra). O fato é que meu questionamento baseia-se no olhar que lançando ao redor, faz-me ficar espantada com a capacidade de destruição externa e interna que o ser humano tem e que, apesar de toda a ciência, consciência e transcendência que esse ser pode atingir, não entende que existem Leis maiores que sua vontade e sua inteligência e que sua suposta sapiência está destruindo tudo e por consequência a si mesmo.

Afinal, que ser em sã consciência mata a si mesmo sem uma razão que venha do instinto???

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você