Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
loading
Constelações SistêmicasVOLTAR

CARTA: A DOENÇA DO ALCOOLISMO

CARTA: A DOENÇA DO ALCOOLISMO
Soraia de Araujo Victal
mai. 10 - 4 min de leitura
010

 Hoje fui convidada para participar de uma Constelação Sistêmica e aceitei. A terapeuta não é aluna e nem estudou com a Mestra Olinda Guedes. O tema foi o alcoolismo. Um rapaz foi constelar a influência do  alcoolismo dele com o relacionamento com a esposa.

Já pensei que o campo me levou para esta Constelação porque estou precisando constelar este tema: O alcoolismo em meu sistema familiar.

Meu pai era alcóolatra, meu irmão, primos e primas  alcóolatras e usuários de diversos tipos de drogas.

Tem vinte dias que um primo, alcóolatra, que estava internado com problema renal em estado grave, contraiu covid  no hospital e faleceu. Agora, a irmã dele também esta internada com hepatite, problema renal, insuficiência respiratória. Esta em estado muito grave. Só acontecendo um milagre para ela sair viva. Ela também bebe e fuma muito. 

Durante a Constelação senti muito sono, dor nas costas, fiquei irritada, nervosa, queria desistir de participar da Constelação, a internet caia toda hora, o som estava horrível, acabei escutando pouca coisa da Constelação.

Mas quando acabou, eu senti uma raiva imensa, uma vontade enorme de bater em todos eles por nos fazer sofrer com o abuso no uso da bebida e das drogas.

Que escolha de vida, por que tantos sofrimentos? Porque não procuraram ajuda?  É muito difícil aceitar que as pessoas que amamos se matem um pouquinho a cada dia com a bebida e as drogas.

Segundo o livro, Você pode curar sua vida, de Louise L. Hay, o alcoolismo é uma doença cuja causa provável é: O que adianta? Sentimento de futilidade, culpa, inadequação, auto-rejeição.  E o novo padrão de pensamento deve ser: Vivo no agora. Cada momento é novo. Escolho ver o meu valor. Eu me amo e me aprovo.

Conforme o livro: A Verdade sobre o Sofrimento Humano, de Olinda Guedes, diz quando adoecemos, existe algo que precisa de atenção. Algo que não foi cuidado, zelado. Uma mensagem que precisa ser ouvida, tarefas precisam ser realizadas. Quem adoece trabalha para todo um sistema. Por isso merece respeito e cuidado. Seu sofrimento atua para todos os envolvidos.

O sofrimento humano é a busca do amor. Ele é um anjo que nos acompanha sinalizando a direção que precisa ser ajustada, tomada, modificada, alcançada.

Todo sintoma pede uma mudança. Pede o exercício de uma virtude.

Toda doença começa numa grande insatisfação. Que se transforma em infelicidade. Insatisfação e infelicidade são alertas que nunca devem ser ignorados.

A ignorância desses sinais é que faz a doença chegar. Porque o Amor não se cansa, não desiste. A doença é apenas uma forma do organismo dizer: estou aqui e não desisto de viver.

Agora eu sei!  Todos vocês meus familiares que carregaram e carregam a doença do alcoolismo e das drogas estão trabalhando para o nosso Sistema!

Toda doença vem como resolução de um conflito.

Nós estamos liberados do mal quando podemos, serenamente, deixa-lo ir, disse Bert Hellinger. 

Ele também falou que "Uma pessoa esta em paz quando todas as pessoas que pertencem a essa família têm um lugar em seu coração". 

E que "Não importa o que aconteceu, você tem o direito de recomeçar!" 

Eu estou e sempre estarei com Vocês.

Eu mereço ir em direção à minha felicidade.

A partir de agora eu posso transformar todo meu medo em força.

Agora está tudo bem.

Eu digo “sim” para tudo que aconteceu. Eu digo “sim” para a vida!

Honro a vida e a força que vem dos meus ancestrais.

Eu sinto muito! Eu sinto muito! Eu sinto muito!

 

Senhor, fazei-nos instrumento da vossa paz!

Onde houver ódio que eu leve o amor!

Onde houver ofensas que eu leve o perdão!

Onde houver discórdia que eu leve a união!

Onde houver duvidas que eu leve a fé!

Onde houver erros que eu leve a verdade!

Onde houver desespero que eu leve a esperança!

Onde houver tristeza que eu leve alegria!

Onde houver trevas que eu leve a luz !

O Mestre, fazei que eu procure mais, consolar que ser consolado,

Compreender que ser compreendido,

Amar que ser amado, pois é dando que se recebe,

É perdoando que se é perdoado,

E é morrendo que se vive para a vida eterna! 

 

Participe do grupo Constelações Sistêmicas e receba novidades todas as semanas.


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você


    Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica

    Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

    A Squid é uma empresa LWSA.
    Todos os direitos reservados.