[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS

Ampére, 16 de agosto de 2020.

Carta aos antepassados

Meus queridos antepassados, pouco conheço de sua história. Os avôs e bisavôs maternos de origem polonesa e os avôs e bisavôs paternos de origem alemã, quero lhes agradecer e honrar reverenciando a sua história. Acolho todos em meu coração. Compreendo que enfrentaram muitas dificuldades de: frio, fome, medos, doenças, amores não resolvidos, abusos, brigas, muitas perseguições, mortes prematuras, dificuldades financeiras. A partida da pátria de cada um, em busca de novos ideais e a tão sonhada terra. Mas acredito que houve também momentos alegres, festas e  celebrações.

Sou Izabela Rappe Menegotti, filha de pais agricultores, a décima filha de uma família de onze filhos nascidos. Meus pais lutaram muito para enviar os filhos a escola e todos se alfabetizar e estudar. Sou a décima filha, sem contar os não nascidos, eu os amo e dou um bom lugar em meu coração. Aos irmãos e primos que convivemos juntos da natureza a gratidão de compartilhar muitas brincadeiras momentos maravilhosos. Que os desentendimentos fiquem para trás e somente o amor prevaleça. Para aqueles que partiram antes, tios primos, irmãos pais, a partida deixou saudades, eu dou um lugar em meu coração e os amo, minha imensa gratidão.  

Meus pais viveram com muita dignidade e honestidade, sempre foram amorosos e acolhedores, pois em sua casa sempre recebiam e acolhiam quem necessitava, ofertando sempre o que de melhor tinham. Aos sábados já preparávamos os alimentos para receber amigos nos finais de semana. Havia um campo de futebol próximo a casa dos meus pais, ponto de encontro de comunidades do município. Sempre ensinaram e transmitiram valores. As lembranças da casa e da numerosa família ficaram guardadas na memória. Também da abundância e de acolhimento. 

Incluir o que estava excluído (abortos), honrar as lutas, desculpar e ser perdoado, pelos abusos e sofrimentos que houveram e situações que precisam ser perdoadas. Acolho seus sofrimentos e agora eu já posso fazer diferente. Respeitar a história de cada um e aceitar sem julgamentos.

Todas as pessoas que cruzaram o caminho de nossas vidas e tiveram um sofrimento ou foram prejudicados, pedimos seu perdão e assim a imagem negativa dos familiares ou antepassados esteja desfeita, eu sinto muito, e nos perdoem, somos gratos.

Por todos os ensinamentos recebidos, que resultaram nas aprendizagens e na evolução de cada familiar a nossa gratidão.

Eu amo, respeito e acolho em meu coração a história de vida de cada familiar e dou um bom lugar.

Honro o presente da vida, vivendo- a com amor, saúde, felicidade, prosperidade, compaixão e respeito para com todos, repassando os ensinamentos as minhas filhas e netos.

Gratidão meu Deus, pelos meus antepassados e pela família que tenho, peço a sua benção e de meus antepassados na minha vida, na vida de minha família. Também, eu seja benção na vida de meus semelhantes. Tenho gratidão pela minha maravilhosa família formada por meu esposo, meus filhos, meus genros e netos, eu respeito vocês e sou muito grata por aprender e  ensinar  a cada dia de vida, eu os amo.

Eu vejo vocês, honro com todo meu amor e a eterna gratidão!!!!

Izabela Rappe Menegotti

Matriarca

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você