[ editar artigo]

Carta aos Antepassados

Carta aos Antepassados

Nesta jornada que pra início, percebi que em muitos momentos neguei as minhas origens.

Neguei a minha origem indígena em minha infância por ter medo de ser menor ao me assumir indígena, pois vocês tanto sofreram por serem indígenas, mesmo não tendo culpa, nem motivo para isto.

A cada dia mais sinto honra de ser seu descendente, de ter em meu íntimo esta ligação ao natural e ao fluído, à espiritualidade e à simplicidade que leva a felicidade. E por isso sou muito grato por terem me trazido até aqui e me dado fornecido tanta força e coragem.

Seguirei adiante na liberdade que antes lhes foi retirada, lutando pela vida como guerreiro.

E me fazendo forte e próspero ajudarei nosso povo com tudo que me for possível.

Assim que passar a pandemia irei visitar o meu povo em minas e conhecer este local de minha origem.

Estou agora iniciando meu retorno à natureza e a terra.

Também neste momento honro aos meus antepassados portugueses que vieram ao Brasil buscando uma melhor oportunidade de vida.

Que se fixaram em Minas Gerais e lutaram para prosperar.

Neste momento gostaria também de incluí-los em minha família. 

Também muitas vezes neguei meu pai, por não ter me sentido aceito em minha infância, da maneira que eu era. Então passei a não aceitar meu pai como ele se mostrava.

Muitas vezes neguei tudo que vinha ou que era semelhante à ele. Este pai que na infância foi tão negado e ignorado, mas uma vez ficou sendo por mim também.

Mas neste momento eu vejo a força e a capacidade de liderança que herdei de meu pai e de meus antepassados alemães que desbravaram estas terras, com tanta dificuldade e coragem conquistando com dificuldade seu sustento.

Neste momento te reverencio meu pai e agradeço à vida e a todos os ensinamentos maravilhosos que me ensinastes. 

Deixarei contigo as tuas dificuldades e levo teu coração e energia para se curar e para vencer a todos os obstáculos.

Trago comigo tua leveza em ver a vida de forma alegre e descontraída. Em aproveitar cada momento.

Assim como meu tataravô que veio da Alemanha para ter uma nova vida aqui e que trocou de sobrenome para deixar o passado e fazer uma nova história. E que escolhe este sobrenome nesta forma de viver e saborear a vida em cada momento.

Reúno por tanto estas minhas diversas origens e começo essa nova jornada mais inteiro. 

Agradeço ao universo a esta oportunidade. 

 

Daniel Krenak Gomes Naschenweng

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você