[ editar artigo]

Carta aos antepassados

Carta aos antepassados

Meus queridos antepassados:

Quanto tempo se passou para que a vida chegasse até mim, e que eu pudesse passá-la diante, nunca me dei conta que nunca me lembrei de agradecer a vocês, portanto nunca me dei conta da dor de abandonar toda uma vida para fugir dos problemas familiares, os medos conflitos de terra deixar de lado sua casa, seu estado, plantação roça, suas criações, tudo, tudo mesmo que lhe pertencia e tudo que era sagrado para se lançar ao um mundo desconhecido, cheio incertezas, de medo, e sem nenhuma garantia de dignidade de sobre vivência, e de felicidade.

Quanta dor, quanto medo vocês superado vovô hoje a saudade falou mais forte e por isso, quero te dizer o quanto eu sou grata por você fazer parte da minha vida, quando eu cheguei você fez a festa e por isso tenho uma gratidão muito grande por você.

Lembro que você protegia essa neta causando muito ciúme para os outros netos e com isso eu sofria muito porque eles me humilhavam dizendo que eu era a queridinha sua e que você gosta mais de mim do que deles.

Eu herdei muito do seu gênio forte e não ficava calada diante dos maus tratos.

Apanhei de chicote muito, muito mesmo foi uma infância cheia de autos e baixos, mas sobrevivi com a graça de Deus. Apesar de tudo, pois era cobrada por ter o seu gênio forte.

Apanhei, bati, briguei, mas venci.

Portanto quero te agradecer por tudo que o senhor fez por mim.

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você