[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS

A princípio, fiquei pensando em como iria escrever essa carta, não tinha ideia por onde começar. Lendo muito a respeito do assunto, nas referências dadas no curso, assistindo as aulas...

É a descoberta de um mundo novo, onde me encontro em tudo que leio.  

Sei muito pouco de meus antepassados, convivi muito pouco com meus avós. Tive uma avó-materna com quem convivi um pouco mais, mas falava pouco de sua vida para os netos. Entretanto, consigo ter uma noção de como foi, como era, com as poucas informações que eu e meus irmãos tivemos de nossos pais.

À vocês, meus avós e bisavós, por todo sofrimento, preconceito, injustiça, opressão e tudo o mais que tiveram que passar para que pudéssemos estar aqui hoje, gratidão! Cada um seguiu seu destino, escreveu sua história, e deu o melhor de si com o entendimento que possuía.

Quando me recordo de nossa convivência familiar, pai e mãe, como sempre foi tudo tão difícil. Quanta carência de afeto, carinho, afago, diálogo. Chegávamos a pensar em tantas coisas, “impedimentos, carma”, etc. A rejeição, o sentimento de inferioridade, a raiva, revolta, sempre presentes entre nós. Sem contar a ausência de prosperidade na família, em todos nós, a despeito de todo trabalho, obediência, disciplina! Parece que não progredíamos, não saíamos do lugar.

Hoje com as informações e conhecimento que comecei a adquirir, consigo compreender que não era culpa de vocês. Vocês fizeram o melhor que podiam e sabiam fazer, e o mais importante, nos deram a vida. Honraram seus pais e agora, cabe a nós que aqui estamos, fazermos a nossa parte.

Obrigada meus pais, vocês cumpriram sua missão. Eu não guardo mágoa, rancor. Eu consigo compreender vocês, e os admiro por terem levado até o fim suas escolhas, seus destinos.

Gratidão eterna, meus pais.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você