[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS

Queridos Antepassados,

        Sinto uma enorme honra de lhes escrever esta carta, nesse momento especial da minha vida. Aos meus trisavós maternos, os Alves de Castro, de minha querida mãe agradeço a Coragem, a Bravura de sair da sua terra natal Espanha e virem para o Brasil para começar uma vida nova.

      Acredito que vem de vocês essa minha vontade e entusiasmo de viajar de forma tão aventureira, dormir em barracas e subir montanhas.

        É claro que não foi fácil, mas com uma fé muito grande se estabeleceram numa Fazenda na Região que chamamos hoje de Monte Alegre, no estado do RJ. E por falar em Monte eu adoro subir um, risos.

        Trabalharam muito para valer a moradia e alimento nessa fazenda não é mesmo? Imagino quanta luta passaram, mas imagino tbem aquela vida simples, de campo, do fogão a lenha e banhos de rio.

        E a grande senhora Jeorgelina Martins de Souza, maravilha ter essa bisa paterna de minha mãe, uma pura índia Puri, qual seria seu nome indígena? Receba todo o meu respeito e gratidão pelo presente de ter em mim as raízes indígenas. Sinto muito tudo como foi, ser capturada e perder muitos do seu povo que é meu povo, e hoje reconheço uma tristeza profunda que há no nosso sistema familiar, uma espécie de luto e em muitos o sentimento de estar aprisionado em si mesmo.       

        Receba meu profundo pesar por isso e prometo sempre honrar nosso povo e fazer uma imersão nessa cultura linda, esse é um projeto guardado que tenho. Também observo no nosso sistema habilidade com o artesanato e isso é maravilhoso.

       Gratidão, bisavó querida.

        Nosso sistema familiar apresentou muitos problemas neurológicos,  depressão e também abusos, mas tenho a certeza de que a medida que olhamos para tudo como foi, estamos curando nosso sistema,  principalmente porque hoje temos muito mais oportunidades de conhecimentos e sabedoria para viver de uma forma diferente. Agora as atitudes ruins que alguns antepassados tiveram no passados podem ser olhadas e curadas de forma muito reparadora em nós.

        Aos meus antepassados paternos, gratidão imensa, embora meu pai não tenha sido um pai funcional, a vida chegou até ele de uma forma muito dolorida e cheia de segredos. Portanto meu genitor experienciou uma profunda orfandade e exclusão de seu pai no sistema. Mas tenho muita gratidão pela vida ter chegado até mim e minhas maiores capacidades intelectuais originaram desse sistema paterno, meus tios avós são comerciantes, líderes religiosos e muito inteligentes.

        Oh minha bisavó Celuta, lembro de ti tão magra e doente, já nos seus últimos dias de vida. A senhora foi amada pelos que não eram seus e os seus a desprezavam e se envergonham pela senhora ter tido um segundo matrimônio, Sinto muito.

       Eu vejo a senhora e a tenho em mim.

        Aos segredos mais escondidos, sei que são doloridos demais para serem revelados, eu os respeito. Desejo que tenhamos a oportunidade de seguirmos com muita coragem e força, e que os sentimentos de vergonha e humilhação sofrido possam ser ressignificados através do estudo das Constelações Sistêmicas. 

        A todos meus antepassados, meu muito obrigada, à pátria espanhola e ao povo Puri todo meu respeito.

       Por amor, por lealdade e para os fazer pertencer, vivi os lutos, a tristeza, sentimentos de medo e de vergonha, mas sigo agora com coragem e saberes sistêmicos para uma vida mais leve e feliz, desejando ajudar muitas pessoas com essa intervenção terapêutica.

A vida chegou até mim com muita coragem, é com ela que eu vou!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Priscila Sampaio
Priscila Sampaio Seguir

Muitas descobertas, auto-conhecmento, aprendendo a re-criar a vida e desejando ser fator de soma na vida de outras pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você