Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
loading
Constelações SistêmicasVOLTAR

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS
Neiva Maria de Mattos
mar. 24 - 3 min de leitura
0220

Meus queridos antepassados,

Começo pedindo perdão por conhecê-los tão pouco. Sinto muito, mas nós não fomos apresentados. E quando fomos, não passou disso, pois não tivemos oportunidade de convivência.

Tanto papai quanto mamãe são de Cuiabá - MT, vieram para Campo Grande -MS, com os três filhos mais velhos, e aqui nascemos eu e mais dois irmãos. Diz a lenda que papai teria tido uma filha, antes do casamento com mamãe, e que do casamento, além de nós seis, houve uma que "nasceu morta". Mas ninguém nunca falou muito sobre esses assuntos.

Meu avô paterno, Sr. Flávio de Mattos, eu ouvi mamãe dizer muitas vezes do quanto o respeitava e admirava. Mas como só nos vimos quando eu era muito pequena, numa única vez que fomos visitá-los. Não sei quanto tempo durou essa visita, só sei que ficamos na sua casa, mas você era diretor de uma escola em São Vicente, cidade do interior e ficava pouco tempo em casa, de forma que não tivemos tempo de "brincar de vovô". Já a sua esposa, a vó Alice, eu não tenho nenhuma lembrança, mesmo tendo encontrado com ela mais uma vez, quando eu já adulta. Fui levada pelo meu pai até a sua casa e ele disse a ela, - esta é sua neta - , e não sei se ela já não estava lúcida, mas tenho a sensação de que ela nem me olhou. Acho que ela e mamãe não se afinavam muito. Mas eu sou grata pela vida que vocês transmitiram ao meu pai e por ele essa vida chegou até mim.

Mas quero lhe dizer mais uma coisa vô, hoje eu tenho certeza que esse amor pela educação, eu herdei de você. Gratidão também por isso.

Minha vó Valeriana e meu vô João Pereira, eu gostaria tanto de ter conhecido vocês. Mamãe falava com muito carinho, dessa mãe que ela viu partir quando era ainda uma menina. Mas essa orfandade que trouxe a ela tanto sofrimento, também a moldou valente, corajosa e forte. Lembro-me dela contando histórias de quantas brigas enfrentara com a madrasta. E ao final das histórias repetia: "madrasta, é o diabo que arrasta" e acabávamos rindo muito, mesmo quando as histórias eram tristes.

Já você vovô, partiu quando eu já existia, mas não nos conhecemos, porque naquele tempo as distâncias pareciam ser mais longas, e eu era uma menininha que ficou chorando muito porque a mamãe havia viajado para dizer adeus a você.

Contudo, por algum motivo eu aprendi a lhe querer bem.

Mas eu prometo a vocês meus queridos ancestrais, que daqui para a frente eu vou pesquisar, eu vou procurar conhecer a nossa história e depois vou poder escrever uma cartinha com mais proximidade. Por ora, basta-me a gratidão, por vocês terem transmitido a vida que chegou até mim.

 

 

Participe do grupo Constelações Sistêmicas e receba novidades todas as semanas.


Denunciar publicação
    0220

    Indicados para você


    Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica

    Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

    A Squid é uma empresa LWSA.
    Todos os direitos reservados.