[ editar artigo]

Carta aos antepassados (À minha vovó indígena)

Carta aos antepassados (À minha vovó indígena)

Sempre me referi aos meus antepassados europeus, dos olhos e cabelos claros. Lindos polacos dos quais eu sempre me orgulhei. Belas histórias de navio, de como foi chegar no Brasil, de como a vida na Europa era difícil nos tempos de guerra.

Nesse caminho das constelações, estamos constantemente aprendendo a olhar de forma integral para todos os lados, e cada vez mais nessa jornada, tenho me dado conta e a vida vem me presenteando com informações tão lindas sobre o que mais faz parte, e que com o sofrimento tem ficado esquecido há gerações na nossa história.

Os índios chegaram pra nós através das constelações. Aqui, nessa Escola Real, reencontrei com a minha avó paterna, da qual sempre soube tão pouco. 

Quero dizer à ela, de maneira especial: Querida vovó, eu te vejo, e te encontro em mim!  

Gratidão porque através de você a vida veio para o meu papai e meus tios, e consequentemente, mesmo em meio a tantos desafios, em meio à memórias de quase morte do meu papai, a vida chegou plena para mim e também para a minha irmã.

Quanto sofrimento sua esquizofrenia carregava por todos nós! Agora eu sei!

Sabe vovó, ela também carrega muito por nós, e eu honro e agradeço! Hoje, ela faz aniversário!

Quero dizer que eu vejo a sua dor, vejo tudo o que foi arrancado da nossa história, e agora me dou conta de tantas coisas querida vovó.

E eu te dou um lindo lugar aqui no meu coração!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Anna Soligo
Anna Soligo Seguir

15 anos de magistério, e 20 dedicados ao estudo de Reiki, Shantala, Florais de Bach e massoterapia. Utilizando as Constelações Sistêmicas Familiares há 2 anos, com a graça de estudar a PNL de uma forma sistêmica na metodologia de Olinda Guedes.

Ler conteúdo completo
Indicados para você