[ editar artigo]

CARTA AOS HOMENS DO MEU SISTEMA

CARTA AOS HOMENS DO MEU SISTEMA

Queridos homens do meu sistema, escrevo esta carta para contar à vocês algo que transformou meu coração:

Eu tenho uma mestra. Uma professora. Ela é linda, elegante e valente! 

Em uma das suas aulas ela nos leu um poema chamado “ a canção dos homens”. Naquele momento, queridos homens, eu pude ver como nós mulheres também ferimos vocês de alguma forma… E foi incrível eu assistir esta aula neste mês de Agosto, dedicado à vocês: Ao masculino, a força masculina.

Querido homens, aqui dentro de mim vocês sabem como ainda é desafiante ser mulher em mundo carregado de tanto machismo, tantos preconceitos, violência e tantas dores, mas hoje escolho sair destes “nós” para criar laços, afinal, entre vocês há muitos que amei e amo – meu pai, meu esposo, meu irmão, meus amigos, sobrinhos – .

Enquanto escrevo esta carta me vem muitas emoções, durante a meditação eu só pensava em você querido bisavô paterno. Ainda sinto que você tem algo para me mostrar, dizer, sussurrar no meu ouvido e aquecer meu coração. Mas agora, eu estou pronta para ouvir.. por que compreendo sem julgamento e com o coração aberto! 

Escrevo essas palavras sentido o calor do amor, da proteção, da força do guerreiro que vem de vocês e me vem à sensação de que, em certo ponto, nós mulheres também falhamos com vocês, quando não permitimos que tivessem voz e pudessem nos abençoar com a força masculina. 

Eu libero vocês de toda culpa que carregam em relação ao feminino ao mesmo tempo em que, através de mim reparo os danos causados pelo feminino em relação à vocês, sendo uma filha, esposa, uma amiga, uma irmã, uma tia e futuramente uma mãe que ama verdadeiramente os homens! 

Herdei tantos talentos de vocês: papai sempre me ensinou a estudar e trabalhar… fazer o meu melhor! Meus avós me ensinaram que a arte cura e que o perdão é uma arma que desarma nossas batalhas - inclusive as internas-. 

Vocês vieram ao mundo em um tempo de muita dor, sei que muitos de vocês não puderam voltar para casa naquela época, mas saibam que o meu coração é a morada de vocês, a guerra acabou… aqui em mim vocês podem voltar sem medo de amar, sem medo de ser esquecido. 

Queridos homens, escrevo esta carta pois sei que de algum lugar estou sendo ouvida, tenho certeza disso pois enquanto transcrevo em palavras os meus sentimento,  aqui dentro de mim minha células pulsam de alegria e alívio como uma resposta imediata de vocês ao meu coração. 

Não há outro sentimento a não ser a eterna gratidão, foi o suficiente!

Um afetuoso abraço de onde estiverem!

Com amor, 

Sandy

 

#exerciciossistemicos #curamasculino

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você