[ editar artigo]

Choro para ir para escola?

Choro para ir para escola?

OLINDA!

 Gostaria de fazer uma pergunta.

Sou professora de Educação Infantil, trabalho em uma escola de 0 a 6 anos de idade e na próxima semana começam as aulas. 
Durante as primeiras semanas muitas crianças choram bastante,  muitas por serem pequenas e outras por nunca ter frequentado uma escola. 
A pedagogia sistêmica teria alguma dinâmica ou como eu poderia agir para amenizar o sofrimento delas para elas acostume mais rápido?

Resposta:
Ah!  Que pergunta instigante!
Claro, querida!  Tem tantas.
Vou sugerir algumas.

Pedir para os pais colocar na mochila:

1. um pijaminha usado em casa, sem lavar, para eles levarem consigo. Na sala de aula, a professora pode vestir o pijaminha neles para o soninho.

2. Uma camiseta usada pelo pai. Outra camiseta usada pela mãe. Deixar pertinho da criança, incluir nas atividades. Pedir para os pais todo início de semana substituir as camisetas, pijaminhas anteriores por “novos usados”.

O cheirinho dos pais, da casa, traz a memória do pertencimento, da segurança, da proteção.

3. Pedir para os pais enviarem um áudio para seu whatssap de modo que possa colocar para a criança ouvir se ela chorar... este áudio pode ser algo bem lindo, mostre o modelo para os pais: “Filho amado! Filho do nosso coração.. amamos você.. você é luz de nossas vidas... eu te amo sempre, te amo, te amo, te amo, te amo... já, já nos encontraremos... te amo.. te amamos.. te amamos...”   
4. Colocar retratos dos pais pela sala... de modo que eles possam ver a imagem de seus pais com frequência.
5. Abraçar a criança e dizer: sim, eu vejo você e o amor que tem por seus pais. 
Sim, eu vejo você, eu vejo seus pais em você.
Sim, eu vejo você, você é uma criança tão pequena.
Sim, eu vejo você, seus pais te amam também.
Sim, eu vejo você. Logo seus pais virão buscar você.
Sim, eu sei que o que os seus pais tem de mais precioso eles confiam a mim.

6. Se possível, pedir para os pais revezarem e ficar um tantinho na sala com as crianças.
7. Se possível, pedir para os pais, deixar a criança só o tempo que ela realmente suportar, para fazer uma adaptação gradativa. Isso faz muito bem.
8. Cantar as cantigas que os pais cantam em casa para a criança.
9. Dar o tom de lar: aconchego, macio, cheiro de lavanda, palavras doces, abraços, aconchego, colo, contato. Falar baixo, abraçar. Foco na relação, menos nas atividades. As atividades devem dar suporte para a relação e não o contrário.

Amor! Amor! Amor!

É isso que conta! É isso que a criança precisa para sentir-se segura.

Abraços e boa sorte!

Olinda Guedes
#pedagogiasistemica

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você