[ editar artigo]

COMO EU VEJO O PERDÃO

COMO EU VEJO O PERDÃO

Na cabala o perdão é um exercício de transmutação, no período do Rosh Hashaná - cabeça do ano e/ou cabeça da transformação - se dá o momento em que entramos em contato com a nossa essência e colocamos em prática o exercício da transmutação dos sentimentos rasos, das sombras.

Nesse momento temos a conexão com Yom Kipur que é a grande limpeza de todos os campos, fazendo com que fiquemos alinhados com nós mesmos, dando todas as possibilidades de entrarmos em sintonia com o servir a luz e acolher as sombras.

É a conexão com o nosso propósito, de relembrar quem nós somos, relembrar o nosso contrato Divino com o Criador, e assim abrimos o nosso coração para a transformação das dores, das mágoas. Nesse momento começamos a entrar no processo do perdão ao outro.

Antes de perdoar ao outro precisamos entrar em Yom Kipur com nós mesmos. Entrar em contato com o Divino que habita em nós traz a força do perdão. 

Shalom Adonai.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Raquel Cardoso Adam
Raquel Cardoso Adam Seguir

Sou mãe de dois filhos, avó de dois netos, uma eterna palhaça num circo que é MUNDO. Sou mãe de três Dogs todos a adotados. Amo a natureza, os animais, música, livros e filmes.

Ler conteúdo completo
Indicados para você