[ editar artigo]

Como ser um advogado sistêmico?

Como ser um advogado sistêmico?

A advocacia sistêmica, pressupõe que o profissional possua os conhecimentos básicos das constelações sistêmicas e seus princípios norteadores.

Um advogado sistêmico não precisa ser um constelador, ele precisa ter interesse em estudar as constelações para então criar as condições de poder utilizá-la.

O profissional que tenha bem definido em sua conduta os princípios sistêmicos que são: o princípio do pertencimento, da ordem e da compensação. Consegue analisar uma demanda de forma sistêmica. Além disso, consegue ponderar seu grau de ajuda. 

Como assim, ponderar o seu grau de ajuda?

Dentro do conhecimento das constelações aprendemos que existe um limite para ajudar alguém. Quando ultrapassamos aquele limite nos emaranhamos. Ou seja, acabamos tomando para nós parte do conflito.

Existem demandas tipicamente de natureza jurídica que não precisá de uma análise sistêmica aprofundada, por se tratar de questões de mero direito. Entretanto, quando o advogado percebe um sofrimento que aparentemente é desproporcional ao que se apresenta, tem condições de intervir de forma sistêmica.

Como assim? Mas como farei uma intervenção sem ser constelador?

Quando conhecemos melhor as constelações podemos observar que às vezes basta uma frase para que haja uma paz e equilíbrio naquela relação jurídica. Os advogados sistêmicos podem aprender pequenas frases e pequenas intervenções que carregam com si grandes resultados.

Como por exemplo: em um caso em que uma mãe perde um filho em um acidente de trânsito.  O processo vai ser pesado, doloroso e nunca conseguirá reverter o dano causado. Como conseguir ver a justiça em algo tão difícil. Entretanto, a mãe do filho que morreu talvez precisasse ouvir por diversas vezes uma ou duas frases, por exemplo vinda do causador do acidente como: “Eu sinto muito pelo dano que eu lhe causei”. “Eu sei que o que eu fiz é irreversível. Eu realmente sinto muito”. Talvez uma frase como essa ressoe de maneira mecânica, fria ou até sem sentido. Entretanto, para uma mãe que perdeu seu filho talvez fosse um alívio ouvir isso.

Com toda certeza o advogado sistêmico precisa de uma sensibilidade de saber quando e qual frase usar. Afinal de contas não são frases que serão jogadas ao vento. Serão frases com poder de resolução. As constelações são baseadas em frases de solução. Faladas na hora certa, da maneira certa. Às vezes não é possível colocar uma constelação em grupo, ou os bonecos playmobil na mesa, então o que é possível? 

É possível colocar duas canetas para representar aquele ex marido que não paga a pensão alimentícia e a requerente da pensão, ou é possível o advogado fazer uma fala com a cliente que pede pela pensão. O advogado pode dizer à mulher: “imagine que o seu ex marido esteja aqui na sua frente, e você pudesse dizer o que sentir vontade a ele, o que você diria?” A mulher pode dizer tudo que ela gostaria. Talvez essa simples ação faça toda diferença, porque ela talvez nunca pôde dizer o que estava engasgado ali. Ou talvez o advogado diga, imagine seu ex marido e que você diz a ele: o que você me fez me feriu de mais, eu sofri e sofro muito até hoje. 

Dependendo da reação do cliente o advogado tira um lenço oferece ao cliente e silencia.

Quantos de nós, advogados recebemos clientes contando os fatos e trazendo toda aquela emoção como se o advogado fosse um terapeuta ou psicólogo? Quantos advogados se sentem um pouco psicólogos? Justamente pelo fato de que a profissão da advocacia trata de conflitos o tempo todo. E muitos deles são conflitos emocionais, que realmente seriam da alçada de um profissional da área da psicologia. Mas, de repente o cliente está ali, diante de você como todo esse conflito emocional.

Uma dica preciosa: tenha sempre em cima de sua mesa uma caixa de lenço. Caso seja algo que você ainda não se sente capacitado para ajudar, entregue um cartão de um bom terapeuta e diga: ah, conheço o trabalho desse profissional, talvez ele possa te ajudar também, eu cuido dessa papelada e das questões jurídicas, fique tranquilo (a), mas esse profissional eu confio bastante.

Precisamos reconhecer o nosso limite da ajuda.

Desses e de tanto outros modos um advogado consegue utilizar o conhecimento sistêmico em seu trabalho. Às vezes a sua ajuda vai ser dar o cartão de um outro profissional. Ou vai ser intervir do modo que você puder.    

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
MILENA PATRICIA DA SILVA
MILENA PATRICIA DA SILVA Seguir

Sou mãe do pequeno Henrique, escritora professora de Direito Sistêmico, Advogada, pesquisadora, terapeuta, master e coach em PNL, doula, apaixonada pelo cuidar do ser, pelo conhecimento, pelos livros e pela vida e por chá de manjericão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você