[ editar artigo]

A INFÂNCIA DO MEU PAI Conclusão do módulo 3

A INFÂNCIA DO MEU PAI  Conclusão do módulo 3

Não sei quase nada sobre a infância do meu pai. Ele era militar, sendo assim, a nossa casa era uma extensão do quartel.

Ele era o segundo filho de uma grande fila, minha avó teve 21 filhos. Alguns não nascidos, alguns morreram depois de mais velhos devido a suicídio, assassinato, corações frágeis.

Contando com os que foram abandonados no portão da casa dela, eu creio que minha avó teve uns 50 filhos. Então meu pai foi o segundo de uma grande fila. Ele entrou para o exército aos 18 anos. Ele conheceu a mamãe através de amigos em comum, começaram a namorar e se casaram.

Tenho uma lembrança que chega a ser engraçada, se não fosse dramática. A única forma que tinha de saber se meu pai estava em casa era o barulho do ronco e o chulé do coturno. Tiveram 6 filhos, 4 vivos e dois gêmeos, não nascidos. Quando ele estava em casa tínhamos que fazer silêncio.

O sargento era muito "mulherengo", sempre teve várias amantes, e por diversas vezes saiu de casa por causa de alguma mulher. Ia para a casa da minha avó que sempre acobertou as escapadelas.

No final do ano de 1976 ele saiu de casa para ir morar com a que seria a última. Teve uma filha e 11 anos. Depois ela foi embora com a filha e deixou ele doente.

Mesmo estando separados (sem divórcio), ele não permitia que minha mãe tivesse um novo parceiro. Muitas vezes chegava em nossa casa de surpresa para conseguir pegá-la com o namorado.

Tem um ponto (música) na Umbanda que fala de Xangô, o orixá da justiça. Quem deve, paga. Quem merece, recebe. Ele foi deixado, teve um infarto, adoeceu e morreu 4 anos depois. Tentou voltar mas minha mãe não aceitou. 

Minha mãe tem somente uma irmã, foi criada somente pela minha avó, pois o pai dela saiu de casa para ir morar com outra mulher quando ela tinha apenas 2 anos. Voltou quando ela já estava de casamento marcado e doente. Por motivos que somente a minha avó sabe, ela aceitou ele de volta e foi dormir na sala e deixou o quarto pra ele. Minha avó criou as filhas sozinha, assim como a minha mãe e quase todo o feminino do meu sistema fez.

Minha mãe gostava muito de sair passear com as amigos aos domingos à tarde, teve alguns namorados e conheceu o meu pai. Foi o grande amor da vida dela. Em função de amor admitiu várias traições. Tenho guardado entre as minhas memórias uma cena no velório do meu pai, ela ao lado do caixão chorando muito e dizendo o quanto ela o amava, mas não poderia aceitá-lo de volta porque tinha medo de passar por tudo novamente.

Meu pai e minha mãe foram parceiros na nossa criação. Quando algo sério acontecia eles resolviam juntos. Quando eu aos 16 anos engravidei do meu namorado, eles estiveram do meu lado apesar de tudo. Nasceu meu primeiro presente divino, Thiago. Chegou e iluminou várias vidas. Meu pai passava em casa todos os dias para vê-lo, mamãe trazia um mimo todos os dias quando chegava do trabalho. Ele foi pra escola comigo no início, nessa época eu estava fazendo o magistério.

Meus pais não me deixaram parar de estudar. 

O tempo passou, eu me casei. Com 13 anos de casada vieram mais 4 presentes divinos, 2 não vivos e Pedro e Ana Luiza. Nessa época vi o casamento se tornando uma relação unilateral. Com 29 anos de casados ele disse que iria embora pois havia reencontrado uma pessoa do passado e merecia ser feliz.

Assim descobri algo, não sei se bom ou ruim. No meu sistema existem muitos casos de homens que deixam suas famílias e constroem outras famílias que também são deixadas mais tarde. São mulheres fortes que precisam mudar seu modo de viver, assumindo a chefia da família. Os homens desse sistema infelizmente vão para a guerra e não conseguem lutar, desistem e começam outra, e outra...

Como diz Olinda, cairão um trilhão de fichas. Percebi que sem ter a menor noção, eu estava em sintonia com a mulheres do meu sistema. É puramente pertencimento.  

Para pertencer a esse sistema de mulheres maravilhosas eu também me separei...

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você