[ editar artigo]

Permita-se voar - você só perderá suas correntes!

Permita-se voar - você só perderá suas correntes!

>> Conclusão Módulo 3 – Relações conjugais e relacionamento dos pais e filhos

Nós seres humanos não nascemos para ser sozinhos, ninguém basta por si só, precisamos compartilhar a nossa vida, os nossos momentos, as nossas dores. Mas antes de iniciarmos um relacionamento com outra pessoa devemos ser felizes com nós mesmos e nos conectar com alguém que também seja feliz consigo.

Na aula 1 deste módulo aprendemos que o que faz o amor dar certo é o sentimento de pertencimento, do amor do coração, das pessoas amarem você do seu jeito, se livrar dos vínculos de amor interrompido, de emaranhamentos e concluir a nossa infância feliz.

Devemos nos apaixonar todo dia pela mesma pessoa, e essa pessoa somos nós mesmos. Muitas pessoas ficam uma com as outras na esperança de mudar o outro, na esperança de que o outro seja alguém melhor, que ele um dia pare de se drogar, que ele pare de beber, que ele pare com a agressão, que ele pare com as traições... Mas isso é um engano terrível, pois acabamos nos  ”apaixonando“ pela nossa ilusão, por algo inventado e irreal, por isso devemos escolher alguém na esperança de que ela NÃO mude, na esperança de que ela continue assim, que ela adormeça ao seu lado e acorde do mesmo jeito, que ela ainda na manhã seguinte seja a mesma pessoa pelo qual você se apaixonou quando foi dormir.

Você pode escolher evoluir junto com esta pessoa, mas não desejar alterar a sua essência... você pode escolher viver um relacionamento na qual você se sinta mais feliz com esta pessoa do que sem ela, onde o sentimento de pena e esperança de mudanças comportamentais não estarão mais  presentes, você vai ficar por respeito, por amor.

Durante a aula 4 aprendemos sobre os pilares do relacionamento, que lindo são eles não é?! O amor do coração que nos trazem a generosidade e a empatia, o prazer que traz a alegria da intimidade e algo incomum que traz a aliança de dois corações, de duas vidas, de dois destinos.

Muitos casais buscam a aparência perfeita perante seus amigos e familiares, mas não buscam ser perfeitos para seus filhos, quando estão fora  a vida é uma fábula feliz, mas então na volta, quando chegam em casa a realidade está na porta, virando a chave e dizendo: entre!

Os filhos são grandes observadores dos pais, pois seguem eles através de um amor incondicional que ultrapassa a força da vida, por este motivo os filhos só serão felizes quando os pais estão felizes e em paz. Isso não quer dizer que os pais precisam viver na mesma casa e compartilhar o mesmo cômodo, não, a infelicidade também é um grande pecado.

Deve-se respeitar o genitor masculino, respeitar a genitora feminina e respeitar o filho, buscar a harmonia e não a alienação parental que vem se difundindo em muitos divórcios. Deve-se procurar conviver de maneira que todos estejam em paz com o seu destino.

Durante este módulo 3 eu comecei a compreender muitas coisas no meu relacionamento conjugal e na dos meus pais:

Meus pais estão casados há mais de 30 anos, um casamento preenchido por dias leves e dias complicados, assim como qualquer outro, porém antes da minha mãe meu pai esteve em outro matrimônio que não deu certo devido às traições por parte da sua primeira mulher e deste relacionamento veio a minha irmã mais velha.

Vejo que sempre excluímos da nossa vida a primeira mulher (cujo nome não me recordo) e em alguns momentos a minha irmã também. Mas hoje eu consigo honrar de coração a sua primeira mulher e agradeço por ela ter cedido o seu lugar à minha mãe para que a vida chegasse até mim, agradeço pela vida da minha irmã que também trás muitas dores do nosso sistema. Agradeço, pois tudo aconteceu como tinha que ser.

Olhando para trás vejo que meus pais tiveram uma adolescência e infância muito parecidas, meu pai perdeu seu pai muito cedo e a minha mãe perdeu sua mãe, meus pais tiveram perda de irmãos queridos, tiveram coração partido, tiveram pouco tempo de ser crianças e curtir sua infância. Vendo assim, só posso concordar com a frase “ nos apaixonamos pelo nosso corpo de dor”

Antes de finalizar este texto, gostaria de relatar algo muito lindo que aconteceu na vida conjugal dos meus pais: no mês de julho minha mãe fez uma constelação na qual gostaria de saber por que meu pai estava tão distante dela e descobrimos que sua visão estava voltada para sua avó e outras mulheres do sistema não dando espaços para os homens.

Após alguns dias minha mãe começou a demonstrar algumas atitudes diferentes e meu pai também... a partir de então temos sido agraciados com muitas mudanças dentro da nossa casa: adotamos nosso segundo cachorro, iniciei este curso de terapia e decidi abraçar minha profissão como futura terapeuta.

Nossa sala mudou de móveis, nosso quarto de visitas ficou mais aconchegante com a troca de móveis novos, nossas paredes mudaram de cor, inclusive comprei minha prateleira de livro tão sonhada! E então eu compreendi que a minha casa, a minha família estava aguardando esse espírito de guerreiro do meu pai.

As palavras da nossa mestra Olinda na live do dia 27/08 vieram a tona no meu coração “quando o indivíduo busca a cura, encontra situações e resolve emaranhamentos, todo sistema se beneficia, não só a família mas todo o sistema, podemos afirmar que quando uma pessoa encontra um bem, esse bem se torna universal. Por exemplo: automaticamente experimentará mudanças de comportamento e ambiente (...) será natural o ambiente ter mais beleza, aromas, alimentação saudável...”

Gratidão mãe, pela atitude de querer se curar e gratidão pai por ter aberto seu coração e permitido que a cura chegasse até você também, tenho vivido dias mais coloridos e sorrisos mais sinceros, sinto minha alma mais leve igual a um barco que veleja a mar aberto, não com medo de está perdido, mas com a graça de está dentro de um oceano de possibilidades.

Nós nos permitimos voar e não temos nada a perder senão nossas correntes.

Ansiosa para iniciar o módulo 4!

 

Восхищение

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você