Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
loading
Constelações SistêmicasVOLTAR

CONSTELAÇÃO DE CURRICULUM

CONSTELAÇÃO DE CURRICULUM
Araci Diesel da Silva
set. 12 - 7 min de leitura
010

CONSTELAÇÃO DE CURRICULUM

Esse módulo 5 é apaixonante!

Sempre gostei de estudar sobre felicidade, prosperidade. Também sempre me questionei por que a maioria das pessoas são infelizes. Como estudamos nesse mód.5, ou as pessoas têm tempo e não tem dinheiro ou têm dinheiro e não têm tempo.

Sinto-me muito grata porque estou encontrando a resposta para todas as minhas perguntas aqui, estudando as Constelações Sistêmicas.

Minha primeira profissão: nunca tinha parado para pensar antes como profissão, os trabalhos desenvolvidos no lar. Muito lindo isso. Nasci e cresci no interior, na roça como fala nossa mestra, então fazíamos um pouco de tudo. Desde plantar, cuidar, colher, cuidar das criações, ajudar a cuidar dos irmãos mais novos.

Mas lembro-me agora que eu tinha responsabilidade sobre algo específico: entre meus sete, oito anos eu é que cuidava das aves, de colher os ovos, descascar, debulhar e moer o milho. As responsabilidades foram aumentando, minha mãe descobriu que eu tinha mãos boas para o plantio, então passei a ajudá-la no plantio das hortaliças, ela preparava a terra e eu as plantava.

Amava ver as hortaliças crescendo, e lembro-me que realmente as colheitas eram espetaculares, todos elogiavam! Tenho meu quintal e até hoje amo plantar. Minha paixão são as flores. Gratidão imensa! Muitas saudades, lembrando como era gostoso fazer estas tarefas juntamente com minha mãe, meus irmãos (lágrimas escorrendo, estou aqui constelando)!

Minha segunda profissão também foi na infância. Essa, agradeço muito a meu pai que confiou em mim. Como esta lembrança está sendo importante agora, também estou constelando, porque até então só me vinha na mente lembranças dolorosas com meu pai. Meu pai era empregado dos correios. Ele buscava o malote na estação de trem e eu ajudava a abrir o malote, separar e distribuir o conteúdo. Eu amava fazer isso, principalmente porque logo que me alfabetizei descobri meu gosto pela leitura e ficava de olho nas revistas que vinham, para devorá-las antes da entrega.

O próximo passo foi ajudar mamãe nos trabalhos domésticos, onde aprendi lavar, passar, fazer limpezas, cozinhar o básico, ajudar a cuidar dos irmãos mais novos.

Meu primeiro trabalho remunerado foi na casa de uma amiga da família, onde fazia de tudo e ajudava a cuidar do bebê, ali me chamavam de babá.  Meu primeiro salário deu para eu comprar um calçado o famoso CONGA, algo parecido com o primeiro tênis. Isso me deixou tão orgulhosa!

Aos treze por necessidade em ajudar a família que passava por muitas dificuldades financeiras, precisei deixar os estudos na sétima série e comecei a trabalhar como doméstica e diarista até os 18 anos. Aos 16 anos havia retornado aos estudos, à noite.

Passei por sérios problemas durante esse período.

Fui humilhada, maltratada, hoje chamam de bulling, assediada, etc.  Mas ao mesmo tempo sou muito grata porque foi um período de grande aprendizado. Tirei lições de administração e economia, que me serviram durante toda a vida. Muita gratidão!

Em seguida trabalhei como balconista de uma loja apenas por 1 ano. Aqui tirei lições de venda. Aprendi que qualquer tipo de trabalho que desenvolva você precisa aprender a vender seu trabalho, ao contrário não vai para frente. Você vende sua imagem, sua apresentação, sua simpatia, seu desempenho, seu conhecimento, etc.  Gratidão!

No segundo grau cursei Técnico em Contabilidade e no último ano consegui um estágio pelo Projeto Rondon no INSS. Foi de grande aprendizado.  Minha gratidão a todos, especialmente aos meus professores que me possibilitaram estagiar.

Após o estágio desenvolvi trabalhos na seção de faturamento numa grande loja de Departamentos. Gratidão por tudo que aprendi ali.

Saí dali para trabalhar num hospital no departamento de contas hospitalares por 1 ano e meio. Tenho muita gratidão a todas as pessoas maravilhosas que trabalharam comigo, foi um período muito difícil da minha vida e encontrei acolhimento e apoio. Meu muito obrigada a todos!

Nesse período eu sonhava em trabalhar em Banco. Mudei de cidade, inicialmente trabalhei numa Cia de Seguros por três meses.

Ali eu ia diariamente fazer trabalhos bancários, fiz amizade com funcionários e gerentes e logo consegui uma vaga no Banco Itaú onde aprendi muito, obtive várias promoções e ali trabalhei por 12 anos.

Nos últimos anos fui percebendo que não era feliz desenvolvendo aquelas atividades, trabalhava muitas horas em ambiente fechado, desejava um trabalho externo e encerrei meu contrato de trabalho com o Banco.

Em seguida, por três anos, realizei trabalho como vendedora autônoma. Aprendi demais nesse período, comprava e revendia confecções, acessórios, semi-jóias e cosméticos. Formei equipes de vendas e fui percebendo que amava esse tipo de trabalho. Assim me encontrei. Descobri que gostava de desenvolver pessoas, treiná-las e levá-las a ter resultados. Meu muito obrigada a todas as pessoas que contribuíram pelos bons resultados que obtive.

Tendo adquirido experiência nessa área, busquei uma empresa onde pudesse desenvolver minhas habilidades. Encaminhei currículos para grandes Companhias pois acreditava em mim. Consegui uma vaga na AVON Cia de Cosméticos. Uma empresa multinacional que iniciou nos anos 1880, primeira empresa que desenvolveu vendas porta a porta e que deu oportunidades ao trabalho autônomo em venda para mulheres.

Tive muito orgulho em trabalhar para essa Cia, que sempre foi muito humana!  Trabalhava na área externa como gerente de vendas, formando equipes e desenvolvendo pessoas.  F

ui muito feliz nesse trabalho e fiquei na Cia até me aposentar. Gratidão, gratidão, gratidão!

Meu olhar para o futuro: Hoje estou com 65 anos de idade mas trago comigo um grande sonho; ajudar Mulheres. 

No meu último emprego trabalhei com mais de duas mil mulheres no meu setor, dando atenção e escuta a elas. Sei das suas dores e sofrimentos. Após a minha aposentadoria precoce e forçada porque me acidentei e fiquei com sequelas sem condições de retornar ao trabalho, iniciei minha jornada em busca de autoconhecimento.

Já fiz vários cursos terapêuticos.

Estou na Escola Real em busca de um olhar para mim mesma, de cura interior, libertação dos meus traumas, de formação e o desejo de realizar o sonho, se assim Deus permitir. Minha intenção é desenvolver Círculos Terapêuticos para Mulheres.

Gratidão, gratidão, gratidão por essa longa jornada, tantos aprendizados! Gratidão mestra Olinda por esse direcionamento. Como é bom e gratificante esse olhar. Com certeza constelei.

Araci Diesel da Silva

Participe do grupo Constelações Sistêmicas e receba novidades todas as semanas.


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você


    Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica

    Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

    A Squid é uma empresa LWSA.
    Todos os direitos reservados.