[ editar artigo]

O Mito do Perdão - pais por via adotiva

O Mito do Perdão - pais por via adotiva

Pode explicar porque é difícil os pais por adoção aceitarem a constelação e qual o desprendimento e entendimento que temos que ter?  Me escreve uma colega querida!

Coração é terra que ninguém vai, já dizia o poeta. 

Eu penso que é verdade. 

Muitas vezes confundimos os conceitos e a vida não engole injustiças ou inverdades. O coração sabe! 

Saber que aqueles que entregaram a vida, o que há de mais divino neste mundo, também são incapazes de proteger essa vida faz com que a verdade seja mostrada na sua dura realidade: nem sempre genitores podem ser pais.  Genitores entregam a vida, pais zelam, são os guardiões da vida.

Se o coração dos filhos sabem que o amamos aqueles que nos fazem sentir bem, e honramos aqueles que nos entregam o essencial, então, os filhos jamais esquecerão os seus genitores.

Mas, os pais precisam estar em paz com suas vidas, com suas histórias para não se sentirem ameaçados pelo lugar que os genitores de nossos filhos tem em seus corações. Porque afinal a vida é o que é. Seria lindo se pudéssemos também ter gerado nossos filhos na barriga, mas me parece que um filho pela via adotiva nasce de uma decisão responsável de todo nosso ser.  Portanto, que me perdoem os genitores, mas nós pais por via adotiva, o fazemos realmente por decisão.  Isso é realmente maravilhoso.

Eu nunca tive problemas com as vidas passadas de meus filhos. Aliás, eu os honro ainda mais sempre que contamos  nossas histórias. Tudo é visto com amor, admiração, carinho, respeito.

Um dia visitaremos todos juntos a terra de nossos antepassados: Maranhão, Alagoas, Bahia, São Paulo, Paraná.  Já temos tantos planos para o futuro.

Eu diria, por último, que todos precisamos elaborar nossas questões pessoais. Compreender o que se passa no coração dos adultos nos ajuda a compreender e relacionar muito melhor com nossos filhos e com a criança que mora no coração de cada um de nós.

Bert Hellinger disse: não há sucesso maior que ter filhos. Eu ainda completaria: Parir é um fato da vida, mas ter filhos é uma decisão de adultos funcionais.

 

Ah.. e vou completar mais um pouco acerca do assunto: eu não carrego mágoas não... deixo o perdão para Deus... e cada um com seu destino. Só escolho conviver com quem faz o bem e com quem é do bem. Os outros são os outros e só.         Não tenho mágoas dos genitores dos meus filhos, eles simplesmente não foram capazes de oferecer aos meus filhos o que não receberam.    Mas, nenhum deles fizeram coisas terríveis para meus filhos. Se fizessem eu mesma iria atrás de puni-los sim. Porque coisas terríveis não devem ficar no esquecimento. Acho um absurdo isso.

Eu jamais perdoaria  um pedófilo, um estuprador, um abusador. Eu o botaria na cadeia ou faria justiça com minhas próprias mãos. Um dia entrou em nosso quintal um homem para fazer serviços gerais. Ele falou duas ou três palavras esquisitas para meus filhos. Eu só não bati nele porque minha bebê estava no meu colo e a vassourada não foi certeira. Mas, ele não pode se aproximar mais de 500 metros de qualquer um de nós. Ordem judicial.   Exagero?  bem, cada um com seu cada um. Minha casa, minhas regras. Sou a rainha do nosso lar e ninguém tem dúvidas disso.  Nem os bons , nem os esquisitos.  Neste quesito não sou romântica e gostaria que todos meus alunos fizessem o mesmo. 

Princípios sistêmicos não devem se tornar mito.   A vida exige de nós. 

Olinda Guedes

 

OLINDA GUEDES é mãe. Sua primogênita é Nina Maria. Apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras. Dona do Pedaço é o quarto livro de sua autoria.

Enfeita a casa para o Natal há muitos anos, mesmo antes dos filhos nascerem. Sua mamãe também era uma mulher muito gentil e cuidadosa com a felicidade. Todos os anos tinha árvore de Natal.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola Real, uma Escola de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://linktr.ee/olindaguedes

 

 

 

 

 

https://globoplay.globo.com/v/7610946/

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você