Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
loading
Constelações SistêmicasVOLTAR

CONSTELAÇÃO ÉPICA: PERDÃO, ABORTO E SUICÍDIO

CONSTELAÇÃO ÉPICA: PERDÃO, ABORTO E SUICÍDIO
Jheniffer Mendes de Andrade Belão
jul. 19 - 3 min de leitura
020

As constelações épicas trabalham com temas de vida e morte.

Aprendi com nossa professora Olinda, que as constelações épicas, não apresentam um cunho religioso, mas tem na sua estrutura o PERDÃO, e o perdão é uma filosofia de vida, capacidade de não julgamento, capacidade de empatia, capacidade de calçar as sandálias dos outros.

            Sempre se perguntar: será que eu não faria isso?

            Só podemos atender alguém quando essa pessoa tem um lugar nosso coração! Cuidamos do ser!

            Quando julgamos? Quando temos dó.

            Aprendi com meu avô paterno, de acordo com a bíblia, que devemos perdoar 70 x7 em cada problema. Que Jesus dizia: “Seus pecados estão perdoados. Vão e não peques mais”; Que Ele assumiu o ônus.

            E mais, ele era benzedor, e eu via ele falar para todas as pessoas que chegavam em sua casa, que para se curar precisava perdoar se tivesse dívidas com alguém.

            Uma das perguntas que me tocou, foi sobre o aborto espontâneo, uma questão que reverbera muito no meu sistema, pois minha avó paterna teve três bebês não nascidos, inclusive tinha uma gestação gemelar, minha vó materna teve a morte de um bebê com o coice de um cavalo, minha mãe teve um menino não nascido e eu já tive um bebê não nascido.

            Me surpreendeu ao saber que, os abortos espontâneos tem a ver com memórias de suicídio no sistema familiar, e realmente, tenho memórias de suicídios e tentativas de suicídio.

            É a tentativa do sistema de prantear, aqueles que partiram sem prantear, sem lamentar, sem saudades.

            Nesse contexto, há a sintomatologia como a melancolia, uma tristeza em forma de melancolia, sensação de vazio, falta uma coisa miúda, por desejos inconscientes de recorrer, o sentimento de perigo, também o sentimento de solidão, sentimento de transparência, sensação de não sou vista, vontade de pedir socorro, mas ao mesmo tempo, uma certeza de que ninguém vi perceber.

            Uma intervenção seria a meditação e a arte.

 

            O amor sempre trás de volta, o sim pela vida. Por que mesmo que não estão aqui, mas podemos incluir todos os bebês nos nossos sistemas, é um ato de amor com nossos sistemas.

            Reconheci no meu sistema, então posso dizer:

            AGORA EU VEJO VOCÊS

            AGORA EU SEI

            AGORA EU OS VEJO

            VOCÊS SÃO COMO FLORES, PÉROLAS E ESTRELINHAS.

            Poderei dar um nome para cada um de vocês.

            AGORA EU SEI.

            AGORA EU VEJO.

            O AMOR SEMPRE TRÁS DE VOLTA.

            Agora eu sei, a razão de eu querer uma família numerosa, adoro colares com contas (pérolas), comprar mais alimentos do que realmente precisa, roer unhas.

            MUITA GRATIDÃO

            PAZ E LUZ NOS CORAÇÕES.

Participe do grupo Constelações Sistêmicas e receba novidades todas as semanas.


Denunciar publicação
    020

    Indicados para você


    Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica

    Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

    A Squid é uma empresa LWSA.
    Todos os direitos reservados.