[ editar artigo]

CRIANÇA PODE CONSTELAR?

CRIANÇA PODE CONSTELAR?

Quando estamos a serviço de algo maior, tudo que está a nossa volta, nos serve de instrumento de transformação.

Pessoas me perguntam se criança pode constelar.

Penso que, quando um bom profissional está no campo da constelação ele pode conduzir esse trabalho com qualquer pessoa. Inclusive com crianças. Desse modo, acabei conduzindo uma constelação, de modo espontâneo com meu filho.

Pude perceber, o quão o campo da constelação é sábio nos informando o essencial, mesmo a criança pensando que está apenas brincando. No caso do meu filho, ele sabia que a constelação poderia ajudá-lo de alguma forma, mas não sabia exatamente como.

Relato de sua constelação:

Henrique (meu filho de 7 anos) viu os bonequinhos playmobil (ferramenta que uso para atender com a constelação individual) em cima da mesa.
Então ele me diz: - mãe, faz uma constelação comigo?
Eu me surpreendo e digo que no dia seguinte faríamos. Já estava tarde, fomos dormir.
No dia seguinte, faço a proposta. Filho, vamos Constelar?
Ele pergunta: o que é constelar?
Como explicar de modo simples...
Eu: - constelar é consertar alguma coisa que você pensa que não está muito bom. Sabe alguma coisa que não te deixa em paz?
Ele: ahh sim, tipo aquele medo que eu sinto, de monstros e essas coisas?
Eu: isso mesmo filho!
Então vamos constelar seu medo.
Ele interrompe, mãe, vamos usar as cartinhas?
Eu: claro! (Pego as cartinhas com frases sistêmicas)
Eu: Escolha alguém para representar você. E alguém para representar o medo.
Ele, prontamente pega os representantes.
Faço algumas intervenções e digo a ele, que o medo não está olhando para ele.
Ele pede para colocar alguém para me representar. Encontra a representante. Posiciona.
O representante do medo, está com o rosto voltado para mim.
Então explico que a mamãe está ali, e não precisa sentir medo. Também digo que quando o papai e mamãe estão perto o medo não se aproxima dele.
Ele diz: - mesmo que meu pai não está aqui, em casa?
Eu: - sim filho. Aqui, no seu coração (passo a mão no peito dele) sempre eu e o papai vamos estar. Em você, estamos juntos dentro de você. Você tem um pedaço de mim e do papai dentro de vc.
Então, ele posiciona o pai. E diz que imagina socando a cabeça do medo e mandando o medo embora. Em seguida, se posiciona abraçando o pai, no colo do pai.
Ah, então vamos pegar as cartinhas agora!
E começa a colocar uma carta para cada representante.
Então olha para o campo da constelação e diz: posso colocar mais gente?
Eu: sim! Quem vc quer colocar?
Minha vó, mãe do meu pai. Minha tia, Bia, meu tio Lu, minha prima Alícia, e meu primo Antônio.
Posiciona, pega uma carta para cada um. Tudo de forma muito espontânea.
Sem que eu conduzisse quase nada, instintivamente ele foi realizando os movimentos.
Comento com ele, como as frases escolhidas aleatoriamente fazem sentido com a constelação dele.

Ele diz: - mãe, isso é Deus falando comigo? Isso parece mágica! As cartinhas tem tudo a ver!

Fico surpresa com a analogia, digo: - uau, filho você entendeu mesmo o que é uma constelação.

Quando deixamos o coração guiar, os movimentos acontecem espontaneamente e tudo fica em seu devido lugar.
Que lindo ele entendendo que Deus estava falando com ele por meio da constelação dele. 

Ele, conclui dizendo que o medo estava lá longe, e não olhava para ele. Diz, o medo foi embora, olha ele indo embora.

Foto: da constelação dele

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
MILENA PATRICIA DA SILVA
MILENA PATRICIA DA SILVA Seguir

Sou mãe do Henrique, escritora, professora de Direito Sistêmico, Advogada Sistêmica, pesquisadora, terapeuta, master treiner e coach em PNL, doula, paciente oncológica, apaixonada pela vida, pelo conhecimento, pelos livros e por chá de manjericão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você