[ editar artigo]

CRIANÇAS PSICÓTICAS

CRIANÇAS PSICÓTICAS

Uma aluna fez essa pergunta: "Olinda! Tenho atendido uma grande demanda de crianças com diagnóstico de psicose. Tomando muitas medicações. Fico imaginando: como poderia dar um suporte com os Florais de Bach?"

Sim, aprender como curar a depressão pós-parto, porque isso pode curar essas crianças sofridas e desamparadas no mundo. Crianças que muitas vezes não são mais crianças, já estão adolescentes ou adultas.

Estamos vivendo a época do Advento, quando voltamos a contar a história do nascimento de Cristo. Tem uma parte linda sobre a presença de Isabel na vida de Maria; é a presença do familiar, da amiga, da prima; representa a importância do outro na nossa vida, na vida da mãe, na vida da família, na vida do pai, na vida da criança. Como isso é importante! A importância do afeto, o carinho, a presença, sem isso a vida vai ficando árida!

Enquanto sociedade moderna, do ponto de vista da economia, temos vivido, temos experienciado a condição de que quanto mais as pessoas ganham dinheiro, menos elas têm felicidade. É impressionante como a humanidade tem muito mais dinheiro e se mantém muito menos feliz. Fez o inverso, envolvida pelo capitalismo predatório, aquele que faz propaganda de consumo, que está exclusivamente a serviço do mercado, do acúmulo financeiro. E o relacionamento, a felicidade, a amorosidade, a compaixão, a caridade, a felicidade, não são vistos como um foco de marketing, de publicidade do que se chama capitalismo ecológico, tão maravilhoso, tão lindo, cujo foco é dar suporte para que tenhamos um ambiente pleno de bem-estar social, onde existe inclusão, ordem e equilíbrio.

O capitalismo predatório promove crenças extremamente limitantes, dentre elas, uma das mais terríveis é a da acumulação – só acumula aquele que tem mente de escassez, que não crê na provisão abundante para cada dia e na medida da sua necessidade real.

Essa condição de crianças psicóticas, de crianças com transtornos psicóticos, ela é real, em razão desse capitalismo predatório que, inclusive, hospitalizou o nascimento, descontextualizando este evento de sua naturalidade.

Observe: parir é uma condição inerente da vida animal, é um evento fisiológico das espécies, dos mamíferos, como os outros eventos fisiológicos de fazer xixi, defecar, dormir, comer, mastigar... Para cada um destes eventos há a necessidade de contextos apropriados – infelizmente pouco se pensa e se considera sobre quão importante é que os contextos sejam apropriados – isso faz toda a diferença para os resultados que se deseja em quaisquer eventos, sejam naturais ou promovidos.

Quando os contextos são adversos, os eventos da vida que haveriam de transcorrer com naturalidade passam a apresentar transtornos. Por exemplo: todos sabemos de gente que, por vezes, não consegue nem ir ao banheiro em outros lugares. Só consegue em sua própria casa, porque lá ela está se sentindo bem, protegida, segura na sua privacidade, na sua intimidade e seu intestino funciona naturalmente.

Quando estamos nos sentindo inseguros, amedrontados, existe uma contração difícil porque é uma maneira de preservarmos a vida, até da nossa irrigação, do nosso sangue ficar disponível para pernas, braços, coração, toda essa tensão para podermos fugir ou atacar, faz parte da nossa fisiologia.

A indústria farmacêutica entra e entra com tudo, com uma estratégia precisa nas pequenas intervenções, hospitalizando o nascimento e ela faz isso patrocinando a medicina, patrocinando a faculdade de medicina para colocar médicos que ao invés de saberem fazer parto normal, obstétrico, eles sabem fazer cirurgia. Mas fazer parto é diferente de fazer cirurgia, precisaria que eles fossem parteiros, mas eles não sabem e eles sendo jovens, acabam sendo vítimas desta manipulação que vem pensada por economistas que dominam o mercado. A hospitalização do nascimento foi um grande truque da indústria farmacêutica, porque ao hospitalizar o nascimento, passou-se a consumir muito mais analgésicos, anestésicos, antibióticos e antidepressivos e essa tacada de mestre (predadores) gerou uma grande riqueza para a indústria farmacêutica. As crianças que nascem desse tipo de parto, têm maior chance de sofrer uma série de problemas na sua vida, porque o nascimento influencia os seus relacionamentos - este é um assunto obrigatório para um terapeuta floral sistêmico.

O terapeuta vai perguntar para a mãe da criança que está psicótica: como foi o parto dessa criança? Cesariana ou nasceu com analgesia? (demora em média 18 segundos para toda energia da anestesia ir para a criança e para o corpo da criança, porque a criança não está percebendo só do ponto de vista mecanicista a realidade, a criança é extremamente sensorial, ela percebe há muitos km de distância dela aquilo que se passa com a mãe, por isso que é tão rápido, inclusive se a mãe ficou calma, se usava droga, ou se ingeria alimentos não saudáveis, então precisa fazer um processo de limpeza!

Vai precisar ministrar a essa criança o floral Crab Apple (para limpar a memória de analgesia no corpo, as memórias de veneno no corpo), mas também vai precisar dar Holly e Chicory e se já for uma criança com muita secreção, também Star of Bethlehem e Honeysuckle num primeiro momento.

Desejo que essas considerações ajudem não somente meus alunos do curso de Florais de Bach, mas tanto quanto além puder alcançar. Desejo também que todos os que buscam uma vida mais saudável possa se aprofundar nesse tema – a vida no seu início. E que todos estejamos mais atentos para fazer escolhas sábias e assim contribuir para elevar o nível de consciência para desconstruir a mercantilização da vida – esta é sagrada e fazê-la fonte de lucro é a mais vil das profanações.

 

OLINDA GUEDES é mãe da Nina Maria, apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras.  É mãe de mais outras seis majestades na terra, e quatro anjos no céu.

Já estamos celebrando nosso novo ano!

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

#novolivo #constelações #sabersistemico

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você