[ editar artigo]

Culpa

Culpa


Esta estranha faca de duas lâminas.

A gente "acha" que já perdoou. A gente "acha" que o outro não nos perdoará. A gente "acha" que é culpado. A gente "acha" que o outro é culpado. 

Se nos sentimos culpados estamos em busca de alguém que nos culpe. 

Se sentimos que o outro é culpado estamos em busca de alguém que se culpe.

E porque ficamos enredados nesta malha de "achar" não nos abrimos para a única cura possível, que é o perdão.

O verdadeiro perdão só ocorre quando a inocência nossa ou do outro é reconhecida. 

E só podemos reconhecer de fato a inocência em nós e no outro quando finalmente percebermos que somos UM, que a separação é uma tola ilusão.

Quando magoamos nós nos magoamos. E quando nos magoamos magoamos ao outro. E isso só acontece porque "achamos" que somos separados. 

O perdão supremo é a diluição da crença na separação. Quando diluimos a crença na separação o Ego desaparece, porque era apenas uma ilusão.

Tom Cau

[Texto baseado no UCEM - Um Curso em Milagres]

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Tom Cau
Tom Cau Seguir

Facilitador MAHA DHARMA

Ler conteúdo completo
Indicados para você