[ editar artigo]

Dez maneiras de obter resposta de seu filho sobre como foi seu dia

Dez maneiras de obter resposta de seu filho sobre como foi seu dia


Muitos pais me contam que na intenção de participar da vida dos filhos perguntam: “Como foi seu dia hoje?”... mas que recebem sempre as mesmas respostas: “Foi legal”, “foi normal” e “nada demais”.

Imagino o quanto deve ser difícil para esses pais tão interessados em estabelecer uma conexão mais profunda com os filhos e não encontrarem formas que possibilitem essa intimidade.

As vezes, nos esquecemos o quanto somos repetitivos nas coisas que falamos e o quanto isso pode ser visto como algo tão automático, despropositado e exaustivo para as crianças. É mais importante pensarmos qual a real intenção positiva daquilo que estamos questionando aos pequenos, do que fazer uma pergunta qualquer e receber uma resposta imediata que não nos diz nada além de você não está conseguindo acesso aos meus pensamentos e sentimentos com essa pergunta.

Selecionei 10 formas simples que podemos perguntar aos filhos e mantermos um diálogo tranquilo com eles. Vale lembrar que também é fundamental contarmos sobre nosso dia, como nos sentimos e o que pensamos sobre alguns acontecimentos diários.

A resposta dessas perguntas pode ser um bom ponto de partida para a criança contar sobre ela. Essa conversa gera a sensação de que estamos realmente conectados com a realidade das crianças e essa dificuldade de acesso se transforma em uma grande experiência de troca com os pequenos.

Essas questões podem ajudar, mas não precisamos fazer todas elas no mesmo dia e nem de forma protocolar. Quando permitimos que a conversa se desenrole conforme os assuntos vão surgindo, tudo flui mais naturalmente.

1 – Qual foi a melhor coisa que aconteceu hoje? E a pior?

2 – Me conte algo que te fez sorrir/ficar feliz. Teve algo que te fez chorar/ficar triste?

3 – Qual foi o momento que você ficou mais feliz/entediado/com raiva?

4 – Se pudesse escolher, com quem você gostaria de brincar hoje/com quem gostaria de brincar que nunca brincou antes/com quem você não gostaria de brincar? Por quê?

5 – Diga-me uma palavra diferente que você ouviu hoje/ algo que alguém disse que você achou estranho.

6 – O que você fez hoje que não faria/O que não fez hoje que você gostaria de ter feito?

7 – Qual é o lugar mais legal de casa/da escola/do parque? Por quê?

8 – Me fale algo que você aprendeu hoje.

9 – Qual foi a palavra que sua mãe/avó/professora mais falou hoje?

10 – O que você acha que deve fazer mais/menos durante o dia?

Essas são algumas sugestões e caminhos dentre muitos outros que podemos adaptar para cada realidade. É um grande desafio estarmos presentes o tempo todo na vida dos pequenos, mas quando mudamos nosso tipo de conexão, oferecendo acesso direto ao coração e um real significado afetivo, é possível diminuirmos qualquer distância e ainda nos surpreender com as respostas.

E por ai, quais as perguntas que funcionam para manter uma boa conversa com o seu filho? Fica a dica para dialogar em família.

📍Luciane Santos 

Pedagoga e Terapeuta 

Saber Sistêmico
Luciane Santos
Luciane Santos Seguir

Olá!! Sou Luciane Santos Pedagoga e Terapeuta . Apaixonada pelo Aprendizado e Desenvolvimento Humano. Acredito que estamos nessa vida para sermos cada dia melhores, realizados e felizes com nossas escolhas. Seja Bem Vindo!!

Ler matéria completa
Indicados para você