[ editar artigo]

Episódio 3 - Histórias da vida real

Episódio 3 - Histórias da vida real


Como contei para meu filho de 5 anos que ficaria careca no tratamento oncológico

A forma ideal eu não sei, mas vou lhes contar como foi com a gente.

Então, um dia você descobre um câncer. E precisa contar isso à sua família. No dia da biópsia o questionamento de uma médica me fez refletir e um dia após a biópsia eu decidi contar a história desde o começo até chegar à biópsia. Nesse meio tempo eu pensava: como vou falar sobre isso com meu filho de apenas 5 anos? Pesquisei no Google e encontrei algumas sugestões.

Quando eu já tinha o resultado confirmado contei uma história para ele, disse que eu estava com um dodói e que ia tomar um remédio muito forte para sarar um dodói que eu tinha. Também expliquei que aquele remédio iria fazer meus cabelos caírem porque tinha que ser um remédio muito forte para “matar” o “bichinho” que me deixou dodói, expliquei que os cabelos e pelos são as partes mais sensíveis e por isso caem.

Quando começou cair eu mostrei à ele os fios no chão e disse, filho meus cabelos já estão caindo, lembra que a mamãe te falou que ia cair? Então logo vou estar careca.  Ele percebeu que tinha muitos fios no chão. 

No dia seguinte não falei nada com ele sobre isso. Fui até a ONG @atitude_na_cabeca  e voltei careca de lenço. Quando nos encontramos eu disse à ele, mamãe está carecaaa!!! Ele quis ver. Eu retirei o lenço e nós rimos! Ele não conseguiu chegar perto de mim, parecia que estava com um pouco de medo. 

A impressão que tenho é que estava digerindo tudo! E tentando associar a mãe dele àquela pessoa careca que ele estava vendo.

No dia seguinte quando ele acordou ao meu lado e nos olhamos, ele se assustou se jogando da cama, caindo no chão. E disse: o que aconteceu com você? Você está careca! Por quê?? Ele esfregava os olhinhos para ver se não estava sonhando, desembaçando os olhos. 

Depois disso ficou 1 mês sem conseguir chegar perto de mim ou me tocar. Ele me olhava mas não conseguia se aproximar. Eu entendi e soube respeitar o tempo dele.

Os amigos da escola perguntavam porque eu estava careca e queriam passar a mão na minha careca. E aos poucos ele foi se acostumando. 


#lidandocomarealidade 
#cancer

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
MILENA PATRICIA DA SILVA
MILENA PATRICIA DA SILVA Seguir

Sou mãe do pequeno Henrique, escritora professora de Direito Sistêmico, Advogada, pesquisadora, terapeuta, master e coach em PNL, doula, apaixonada pelo cuidar do ser, pelo conhecimento, pelos livros e pela vida e por chá de manjericão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você