[ editar artigo]

Essa é a minha...

Essa é a minha...

No cursinho, um dos meus professores de matemática falava do quanto ele amava as exatas. A razão para esse amor dizia ele que era porque 2 mais 2 sempre seriam 4, diferente do português em que um substantivo ora podia ser objeto direto ora objeto indireto.  Mal sabe ele que essa razão me conquistou e no auge da paixão pela certeza que as exatas me dariam escolhi fazer Engenharia Química. Esse foi o inicio de 6 anos de muitos aprendizados e zero certezas. Perdi as contas de quantas vezes pensei em desistir e logo depois desistir de desistir, porque afinal de contas, mesmo se eu não seguisse na área técnica a Engenharia me abriria inúmeras portas, era o que me diziam e eu me dizia, eu só não havia descoberto ainda que não eram essas portas que eu queria abrir. Depois de um tempo a minha motivação passou a ser estudar para passar nas matérias e me formar. Assim conquistei meu diploma, mas não a minha profissão.

Quase de canudo na mão comecei enxergar as portas prometidas e algo me dizia que a minha porta era bem diferente do que aquelas que se apresentavam, mas eu não estava ouvindo bem ainda. A nossa alma tenta falar com a gente tranquilamente, já percebeu?  A minha tentou sussurrar muitas vezes...não adiantou. Aí ela falou em alto e bom tom...nada também. Então ela gritou e quando ela grita, rapaz, só quem já passou sabe como é.

Perdi o rumo completamente. Um  dia já sem forças no sofá pedi ajuda pra minha mãe: Mãe, liga pra psicóloga e marca um horário pra mim, por favor.

Alguns dias depois o meu caminho para casa iniciava. Ela fez por mim o que o famoso terapeuta Milton Erickson disse que fazia por seus clientes, me devolveu para mim mesma. Aos poucos comecei a me reconhecer a redescobrir velhas paixões e descobrir algumas novas.

Novas portas começaram a se apresentar, primeiro conheci o Coach, logo após a Constelação Familiar, a Reprogramação Biológica, o TOQ- Mapeamento Genético Sistêmico, a Pedagogia Sistêmica, a Programação Neurolinguística, a Aromaterapia,a Parteria, o Renascimento... Continuo conhecendo, estudando, me encantando. Agora estudo por uma missão e não mais por diplomas e quando me sinto como me senti lá no cursinho, procurando por certezas, eu lembro da frase do Rubem Alves que está em um quadro na minha sala de atendimento: “As correntes do rio profundo foram mais generosas que o meu remar contra elas.Não cheguei aonde planejei ir. Cheguei, sem querer, aonde meu coração queria chegar, sem que eu o soubesse.”

Essa é a minha certeza e provavelmente uma das únicas que preciso: o meu coração sempre saberá o meu lugar. Qual é a sua?

 


Mariane Bridi Di Domenico 

www.facebook.com/mariane.bridididomenico

www.instagram.com/maribrididomenico/
 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Mariane Bridi Di Domenico
Mariane Bridi Di Domenico Seguir

Sou apaixonada pela singularidade de cada pessoa e cada história. Amo falar e escrever com o coração.

Ler conteúdo completo
Indicados para você