[ editar artigo]

Estar confinado e em contemplação

Estar confinado e em contemplação

O que é confinamento?

Clausura, isolamento, impedimento de ir e vir quando quiser. Sem oportunidade de desfrutar da natureza, do ar livre...

E com animais como ocorre o confinamento? 

É um sistema de criação, no qual lotes de animais são fechados em piquetes, currais ou baias de confinamento, com área restrita. Os alimentos são fornecidos em cochos e a água em bebedouros, e existem diversos tipos de confinamentos.

Por que estamos confinados?

O motivo é um vírus que veio e paralisou o mundo... Revelou que soberano poderoso, é apenas Deus, o único que pode manter a última palavra. E onde está o dinheiro? Ele não pôde nem pode salvar vidas. Só o amor faz e fez a diferença, em cada ação de médicos e enfermeiros que empenharam suas vidas para salvar vidas.

Para Allain de Botton, estar confinado em casa é um incentivo a pensar... Mas por que ele diz isso? Segundo ele, estamos tentando escapar de nós mesmos, pois não sabemos nos dar conosco, portanto buscamos fugir de um auto conhecimento. E essa oportunidade é uma chance para essa auto reflexão interior.

Mas será que essa é a razão de não gostarmos do confinamentos mesmo, ou podemos dizer que talvez para alguns essa hipótese será verídica? Entretanto para outros não seja esse o maior incomodo. 

Será que essa doença não está abrindo portas maiores para a marginalização, desigualdade e pobreza?

E o que nós podemos fazer para modificar esse panorama atual do mundo?

Para Hamza Esmili, sociólogo e professor da Universidade Paris, que vem dedicando-se a estudar temas como a desigualdade, a radicalização e a marginalização urbana, que são muito recorrentes nos famosos subúrbios de Paris, ele diz que essa pandemia gerou as mais altas catástrofes que ele já viu, e nem mesmo em 2005, quando aconteceram tantas violências na cidade de Saint-Denis, palco de violentos protestos que acabaram se espalhando pela França.

Na época, a população saiu às ruas para manifestar insatisfação com o alto desemprego e a brutalidade policial, ficou como se encontra atualmente diante desse panorama atual do mundo. E que nesses quinze anos depois, surgiu esse vírus, tornando- se uma pandemia e esse mesmo lugar, Saint-Denis figura como uma das regiões da França com os mais altos índices de criminalidade, desemprego e agora, mortalidade pelo novo coronavírus.

Ele afirma ainda que: "É como se a vida dos pobres não tivesse nenhum valor", afirma Esmili em entrevista à BBC News Mundo, serviço em espanhol  da BBC.

Essa pandemia despiu a todos, atingindo de tal forma que, até países desenvolvidos estão naufragando nesse mar tão violento desse vírus sem solução, não sabem o que fazer.  

Mas como viver uma quarentena com tranquilidade diante desses impasses?

Diante de tantas mortes e com um baixo índice de informações contundentes, seguras e firmes, que norteiem caminhos a um saber seguro que ajudam a prevenção sem transmissão de pavor, e neurose, desencadeando mais doenças psíquicas em todo universo.

Como ficar em casa tranquilos? 

Se a mídia busca minar o campo da fé, a única arma que nos resta com suas constantes e amontoadas informações, sem coerência ou ensino prático que auxilie ao combate da doença, é ressignificar a vida, os momentos com a família, o toque naqueles que amamos, o olhar para os que compartilham a vida conosco. Enxergar a importância daqueles que sempre estão ao nosso lado e damos tão pouca importância a eles.

Pensar na dor do nosso semelhante como nossa, sentir o que o Mestre da vida Jesus sentiu, e viver. Passar a sonhar os sonhos de Deus, de proporcionar paz, alegria a todos sem discriminação de classe, pois somos todos iguais na carência do apoio e reconhecimento de valor da nossa importância, que não só hoje, mas sempre temos carência de uma mão amiga, fiel e sincera.

Todos hoje temos medo, precisamos ser encorajados, sermos fortalecidos pela palavra de ânimo de alguém, não existe forte para esse vírus, somos indefesos a ele. 

Essa é a hora de nascermos no amor, na paz, na compreensão.

Que a quarentena flua em harmonia com a sua essência e traga uma oportunidade de crescimento e lapidação de alma, uma oportunidade única para repensarmos o que faz realmente sentido para cada um de nós.

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Abjan Gomes/ Wallace Gomes
Abjan Gomes/ Wallace Gomes Seguir

Uma eterna aprendiz no palco da vida, agradecendo diariamente pela oportunidades de viver .Convicta que o melhor de Deus se constrói em nós a cada instante , escrevo minha história, pelo vivenciar do amor, perdão, por meio do saber sistêmico.

Ler conteúdo completo
Indicados para você