[ editar artigo]

Fazendo do limão uma limonada

Fazendo do limão uma limonada

Fui diagnosticada com câncer recentemente. Desde o início eu estava resistente à medicina convencional. 

Para mim, não foi muito simples aceitar que eu teria que me render a indústria farmacêutica. Isso sempre foi um problema para mim. Eu sempre fui aquelas que não tem caixinha de remédios em casa, não tomo nem analgésico para dor de cabeça, tenho um arsenal de ervas e conheço muitas delas. 

Quando passei a desconfiar que pudesse estar com uma doença grave eu fui conversar com uma amiga que também passou pela mesma situação, por saber que ela havia percorrido o caminho das pedras e também saber que ela se utilizou da medicina alternativa para ajudar no seu tratamento. 

Com essa conversa entendi algumas coisas e passei a fazer o que ouvi dela.

Ela me falou sobre a dieta Gérson, sobre a alimentação viva, sobre eliminar o consumo de farinha branca e açúcar. 

Cá entre nós, tudo que eu adoro ingerir. Pães, bolos, tortas, e carboidratos no geral, um biscoitinho doce, geleias, um chocolatinho.

Ela me ensinou a fazer o suco que a dieta Gérson menciona. E lá foi eu! 

Durante um mês, passei a consumir apenas o suco, sim! A dieta Gérson orienta a consumir 13 sucos por dia de 200ml de hora em hora. Suco de cenoura com maçã, e folhas verde-escuras.

Esse suco deve ser feito na centrífuga de alimentos, adquiri uma centrífuga e iniciei a dieta do suco.

Nesse meio tempo eu sentia muita fome.

No vídeo da dieta eu compreendi o porque de consumir apenas líquidos. Para que nosso organismo não precise trabalhar, demandar energia para processar os alimentos, isso demanda mais energia do corpo e do fígado e consequentemente não contribui para cura do câncer. O suco de cenoura com maçã tem uma propriedade anticâncer, quando a maçã se junta com a cenoura acontece uma reação química entre elas e isso faz com que as células cancerígenas diminuam.

A ideia da dieta é parar de alimentar o câncer. E dar uma enxurrada de vitaminas e nutrientes para o corpo doente.

Os alimentos "proibidos" que mencionei, embora a medicina convencional diga que não existe comprovação científica que são alimentos do câncer, em tantos outros lugares já se comprovou que são. O Brasil não reconhece e não é por isso que eu vou deixar de acreditar.

Sabendo disso tudo, eu decidi me sacrificar para que eu pudesse ter maiores chances de cura. 

Então conversei com minha amiga sobre minha fome, que me orientou a consumir alguns alimentos sólidos.

É óbvio que eu não consegui tirar todos os carboidratos. Eu já era vegetariana. E isso contribuiu para que eu conseguisse tirar alguns alimentos com mais facilidade. Mas, para uma pessoa que consome carne, a dieta pede para que seja imediatamente cessado o consumo de carnes. Pois, também é um alimento que as células cancerígenas gostam.

Mesmo sendo orientada por ela, me sentia insegura quanto ao meu organismo, e o que consumir, o que evitar... Então, fui até um médico que indica os sucos e restrições alimentares, que sei que tem varias pacientes que passaram pelo câncer e estão bem hoje. O Dr. Mauro Carbonar. 

Que me ajudou com minha fome! Rs...

Ele, me orientou naquilo que eu deveria consumir e não consumir.

Pediu para eu tomar água morna em jejum todos os dias. O que não me agradou muito. Mas eu fiz sem reclamar! 

Pediu para que eu retirasse enlatados, envidrados (ou seja, industrializados, e gorduras). Tirar palmito, azeitona, óleos. Também não consumir tomate, rúcula, agrião, coco, castanhas, leite e seus derivados, entre outros alimentos. 

A explicação de restringir é não deixar o sangue ácido. Esses alimentos deixam o sangue ácido e as células se multiplicam mais rápido quando o sangue está ácido, é um meio propício para células cancerígenas. 

Minha comida passou a ser apenas com sal, nada de temperos! 

Isso não foi fácil para mim. Embora eu já tivesse uma alimentação equilibrada e saudável, eu precisei retirar muitas coisas dela.

Ah! Também eu deveria consumir todos os dias, um copo de suco de uva feito na hora. 200 ml de suco de uva (uvas escuras, com casca e semente, bater no liquidificador). 

As uvas escuras possuem os flavonoides que combatem os radicais livres além de possuir uma propriedade que ajudam no combate ao câncer. 

Na minha última consulta decidi pesquisar com o Dr. Mauro algumas das razões das restrições. 

E lá fui eu perguntando. Porque não devo comer agrião e rúcula? E queijos, leites, gorduras... Ele disse, que alimentos picantes abrem poros e isso não é bom para quem está "dodói" (como diz ele), disse que os ácidos e as gorduras sobrecarregam o fígado e isso é péssimo. Já que a quimio acaba com nosso fígado, já estamos com muito remédio sendo processado, mais coisas sobrecarregam ainda mais.

Os condimentos devemos retirar porque contém ácido cítrico, um veneno. Se já estamos doentes vamos ficar ainda mais.

Eu fiz uma escolha, entre continuar alimentando o câncer ou não. 

Entre saborear um pão com manteiga ou não. Não significa que seja fácil e simples. E nem que seja para todos. Cada um sabe de si.

Também não significa que às vezes eu não escape dessa dieta extrema e coma um pão com manteiga. Mas como disse o Dr. Mauro, "mas não pode avacalhar!"

Porém, aprendi com uma grande mestre, Olinda Guedes, que uma doença grave pede uma grande conversão. 

Talvez essa não seja a maior conversão desse meu veículo que é o meu precioso corpo, mas acredito que uma porção de conversões podem gerar uma grande conversão. 

Eu decidi, fazer tudo! Tudo que estiver ao meu alcance e que eu souber de técnicas e ferramentas para que eu me cure. 

Como aprendi com ela também, faça o necessário! 

Quando fui até o Dr. Mauro eu ainda não havia iniciado as minhas quimioterapias. Então questionei: Dr, a quimio mata?

Ele disse: mata! 

Mata se o seu corpo já estiver fraco, se ele estiver com combustível para as células cancerígenas. 

Eu disse: Sempre pensei que a quimio matasse, eu não quero perder um seio, quero ter mais filhos... quero ficar viva! 

Ele disse: o seio, é uma pele, você retira e ok! Se alguém tiver que te amar vai te amar com seio ou sem ele. Agora o importante é você ficar viva para cuidar do filho que você já tem.

Ele também disse: Faça tudo que você tiver que fazer! Se tiver que fazer cirurgia, quimio, radio, a dieta... o que tiver que fazer. Porque nós não sabemos o que vai dar certo. Pode ser que nada disso funcione. Mas eu tenho certeza que você vai ficar bem!

Ele disse também que os meus sintomas iriam reduzir e muito com essa alimentação e os sucos. Me receitou homeopatias, ele também é homeopata. 

Embora não tenha sido fácil de aceitar eu fiquei reflexiva. 

E foi passando mais algum tempo até a consulta que recebi a notícia de que teria que iniciar pela quimio, já que meu caso não poderia iniciar por cirurgia. 

Eu queria fugir da quimio. De todas as formas! 

Adiei em mais uma semana para que eu pudesse olhar para tudo isso com mais amor e com a certeza de que eu precisaria de quimio mesmo.

Sabe, não é a certeza da medicina, mas a certeza dentro do meu coração! 

Fui até Olinda, fizemos uma constelação durante o módulo de constelações de setembro de 2018. Que me mostrou que naquele momento eu precisava da medicina. Que ela estava ao meu lado. Então, sai tendo a certeza de que esse seria um bom caminho. 

Não um caminho fácil, mas um bom caminho! 

Tudo isso que estou contando é a minha experiência, não significa que todos que passam pela mesma situação devam fazer como eu fiz, mas posso assegurar que tenho tido resultados incríveis, tenho conhecido técnicas e pessoas incríveis e que podem ajudar a tantas outras pessoas!

Um dos relatos milagrosos que tenho é que há uns 8 anos perdi meu olfato e paladar, raramente sentia cheiros e gostos. E com a primeira quimioterapia eu voltei a sentir cheiros e gostos como nunca.

Isso me ajudou a ter mais apetite e não perder ainda mais peso, além de proporcionar que eu me alimente do que meu corpo precisa.

A vida passou a ter outro sabor para mim!

Não é incrível como há males que vem para o bem!?

Abaixo elenco todas as técnicas e ferramentas que tenho utilizado para auxiliar meu tratamento!

Vou escrever um texto sobre cada um deles!! 

  •  A fé - Deus em primeiro lugar!
  • Constelação Sistêmica
  • Dieta Gérson 
  • Homeopatia e dietoterapia
  • Radistesia 
  • Reiki
  • Medicina Germânica
  • Ozonioterapia 
  • Auto- hemoterapia 
  • Naturopatia 
  • Quimioterapia 
  • Cromoterapia 
  • Terapia quântica 
  • Leituras de livros 
  • Conversa com amigas 

Segue um vídeo sobre a dieta Gérson:

 

E também esse link para eventuais duvidas científicas:

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/10/uva-tem-propriedades-que-protegem-o-organismo-contra-o-cancer.html

 

Milena Patrícia da Silva

 

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
MILENA PATRICIA DA SILVA
MILENA PATRICIA DA SILVA Seguir

Sou mãe do pequeno Henrique, escritora professora de Direito Sistêmico, Advogada, pesquisadora, terapeuta, master e coach em PNL, doula, apaixonada pelo cuidar do ser, pelo conhecimento, pelos livros e pela vida e por chá de manjericão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você