[ editar artigo]

Fez-se a Luz!

Fez-se a Luz!

Quando o amor se oficializou

A cobrança começou

O marido vestiu-se de medo

A esposa adornou-se de incertezas

Cobriu-se de solidão e inferioridades.

Sobre o quê? 

Comida ah! Comida eh! Comidaaaa

O mal que ele temia, adveio.

Ela engordou...

E o medo se realizou.

A constelação para mim é como o plugue que conecta a lâmpada à tomada e faz-se a LUZ.

É a percepção, aliada a compreensão interna; é luz iluminando passado, presente e aliviando o futuro.

Dentre muitos, também sou descendente de escravos.

Diante todas as dores que eu carreguei, memórias de escassez, inferioridade e muita raiva direcionada aos perpetradores do meu sistema, ficou muito claro, que se não fosse o meu marido a desempenhar esse papel, a vida me brindaria com outra pessoa. Eu sentia muito medo do meu marido, não sexualmente, mas como pessoa. E muita, muita RAIVA. 

Um escravo quando tem acesso a comida, precisa comer o quanto puder, e mais um pouquinho.

Meu marido; senhores de escravos.

É sabido que os senhores não toleravam que os escravos comessem bem. Primeiro pela economia, "manga com leite faz mal", isso surgiu para que os escravos não quisessem tomar leite e sobrasse mais. Manga tinha em todos os lugares...

Segundo, escravo gordo não serve para trabalhar, tanto que eram escolhidos, eram mais caros, os escravos de canela fina.

Como tudo gira em torno do amor, fez sentido, profundamente em minha alma, que meu marido só estava agindo em nome do amor por seu sistema. Não tinha nada a ver com o que eu pensava: Que ele me NÃO me amava!

O resultado disso no meu corpo?

No dia 02/01/2020 eu estava pesando 135 kg

Seguindo as lives sobre emagrecimento com a Olinda

Obs: Tentei virar várias vezes a foto, mas o resultado ao carregar, foi o mesmo.

Sigo meu caminho, com amor; um dia de cada vez!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você