[ editar artigo]

FICHAMENTO DE LEITURA O conto de Aia

FICHAMENTO DE LEITURA  O conto de Aia

FICHAMENTO DE LEITURA

Fazenda Canto Novo, 29 de julho de 2020.

DADOS DO LEITOR

 

Najla Sobral Wanderley Prates 

Curso: Formação Real em Constelações Sistêmicas com Olinda Guedes

Celular: 77 98824 6363

Email: nwp@uol.com.br

Data: 29.07.2020

                                                                                                

DADOS DO EXEMPLAR LIDO:

 

Título: O CONTO DE AIA

Autor: Margaret Atwood

Edição:                                                        Ano: 2001

Local de publicação: Rio de Janeiro

Editora: Rocco

 

Tradução: Ana Deiró

 

ORIENTAÇÃO PARA FICHAMENTO

  1. Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

O livro deixou em mim uma sensação assustadora do papel da mulher numa sociedade extremante repressora regida por valores teocráticos rígidos e punitivos. Deixa uma reflexão das diferentes realidades enfrentadas pelas mulheres.      

                  

  1. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.
  • Imposição de regras religiosas para toda uma sociedade não respeitando nenhum valor pre existente.
  • Capacidade de doutrinação e rigidez nas regras para mulheres.
  • Separação das mulheres em castas “funcionais”. Ex: Aia
  • Vestuário: vestidos são chamados de hábitos e são difíceis de “abandonar ou despir” com toucas que não permitiam ver as laterais (só para à frente). Caminhada para as compras: de 2 em duas.
  • Perca da identidade, trocas de nomes.
  • Castas sociais com benefícios para alguns, mesmo que o acesso fosse pelo mercado negro.
  • Surpresa em saber que poderia qualquer “sociedade”, mesmo da américa, tão liberal, passar por esta experiência.   
  1. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia),

  Tudo esta “dito” no campo... todos sabem o seu papel.

Capítulo 5, pag.35:

Lembro me das regras, regras que nunca eram explicadas em detalhes, mas que todas mulher conheciam não abra sua porta para um desconhecido, mesmo que ele disser que é da polícia. Faça passar o cartão de identificação por baixo da porta. Não pare na estrada para ajudar um motorista fingindo estar em dificuldade. Mantenha portas trancadas e siga em frente. Se alguém assobiar, não vire para olhar. Não entre numa lavanderia com máquina de autoatendimento sozinha, à noite.

 

  1. O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

Não é uma transformação ainda, estou no caminho. É na verdade um momento de reflexão, amadurecimento e conhecimento das diferentes culturas. Mas fica a sensação de que tudo se sabe.

 

  1. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

Há algum tempo uma busca de novos conhecimentos, de novas culturas e um desejo de olhar sem julgar. Apenas refletir.

 

  1. Se você encontrasse o autor do livro, o que você diria a ele?

É uma bela obra. Agradeço por abrir meus horizontes.

  1. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Tenho vontade de compartilhar com as diferentes mulheres que encontro no caminho, mas em especial com uma Sra. chamada Vânia, que trabalhou conosco por pouquíssimos dias e vivia uma relação totalmente opressora com o marido, que segundo ela era “convertido” a crente e ex traficante. Gostaria que ela visse novos horizontes que a nossa personagem principal, mesmo naquela sociedade tão radical, teve escolhas.

TAGS

FICHAMENTO

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você