[ editar artigo]

Fichamento do livro: SETE EXPERIMENTOS QUE PODEM MUDAR O MUNDO

Fichamento do livro: SETE EXPERIMENTOS QUE PODEM MUDAR O MUNDO

DADOS DO LEITOR

Nome completo: CRISTINA FRATES CARLOTTO

Curso: FORMAÇÃO REAL EM CONSTELAÇÕES SISTÊMICAS E RENASCIMENTO SISTÊMICO PELA RESPIRAÇÃO
Data de Inscrição: 31-07-202

Data: 04-10-2020

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: Sete Experimentos que podem mudar o Mundo

Autor(es): Rupert Sheldrake

 Local e Publicação: São Paulo

Editora: Cultrix


Orientação Para Fichamento

1.Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

O autor trabalha com experimentos, desta forma, entende-se que nada é exato, tudo pode ser mudado dependendo da forma como você observa. A pesquisa é viável porque o ser humano busca resposta para todas as seus anseios.

2. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

1- Se observarmos os animais de estimação, estes são constantemente objetos de observações e estudos, achei muito interessante o comportamento destes animais que estão sempre conosco, mais que nunca paramos para analisá-los, sendo que dentro de casa podemos ter um objeto de estudos tão valioso. O que é o instinto animal?

Também me chamou a atenção que graças as percepções, o ambiente é trazido para dentro de nós, mas nós também vamos até ele. A mente expandida pode ter efeitos mensuráveis

2- Nossas percepções são construções mentais que envolvem a atividade interpretativa da mente. No entanto, se são imagens em nossa mente, então, também fora do corpo, a mente deve estender-se para além do corpo. Ela se projeta para abarcar tudo o que vemos.

3. Se nossa mente se projeta e toca o que vemos, então somos capazes de afetar o que vemos apenas com o olhar. Se observarmos uma pessoa, podemos afeta-la simplesmente por faze-lo (pág 93).

4. O neurologista Ronald Melzack, depois de estudar fantasmas durante anos, conclui: É evidente que a nossa experiência do corpo pode ocorrer mesmo na ausência dele. Não precisamos de um corpo para sentir o corpo”. Essa é a experiência imediata daqueles que se veem distanciados de seus corpos (pág. 116). Isto explica sobre o fenômeno do membro amputado (membro fantasma) que mesmo retirado do corpo, continua manifestando desconforto.

5. A expansão da mente evoca a ideia tradicional da alma que permeia e anima o corpo. Creio, entretanto, que hoje em dia é melhor interpretar esse conceito em termos de campos. O próprio corpo é organizado e invadido por campos. Assim, como os campos eletromagnéticos, gravitacional e de matéria quântica, os campos morfogenéticos moldam seu desenvolvimento e mantêm sua forma. Campos comportamentais, mentais e sociais regem a vida comportamental e mental. Segundo a hipótese da causa formativa, os campos morfogenéticos, comportamental, mental e social constituem tipos diferentes de campos mórfico, contendo uma memória inerente originada do passado da pessoa e a memória coletiva de um número incalculável de pessoas que já viveram (pág. 119).

6. A propensão para encontrar o que está sendo procurado está profundamente enraizada. Fundamenta-se na própria natureza da atenção. A capacidade de concentrar os sentidos de acordo com as intenções constitui um aspecto básico da natureza animal. Portanto, achar o que se busca é traço essencial do cotidiano humano. Muitas pessoas tem consciência de que as atitudes dos outros afetam o modo como elas próprias se relacionam com o mundo a sua volta.

7. Frequentemente, as coisas acabam sendo aquilo que se esperava ou se profetizava que fossem – não em virtude de um misterioso conhecimento do futuro, mas porque o comportamento das pessoas tende a fazer com que a profecia se realize. Seja qual for a interpretação da pessoa, as expectativas positivas ou negativas muitas vezes influenciam realmente os acontecimentos. Mas como isso se aplica a ciência?

As expectativas podem mudar o resultado. Em primeiro lugar, as expectativas afetam o tipo de perguntas que são feitas nos experimentos. Essas perguntas modelam o tipo de respostas que serão dadas. Em segundo lugar, as expectativas do experimento afetam o que ele observa, levando-o a ver o que não quer ignorar e a ignorar o que não quer ver. Em terceiro lugar, as expectativas do experimentador podem afetar o próprio acontecimento (pág. 164 e 165).

8. A atenção que um trabalhador recebe influência mais no seu trabalho do que as condições físicas que lhe são oferecidas.

9. Os pesquisadores afetam seus sujeitos pelo simples fato de prestar atenção a eles. Além disso, podem ter uma influência não apenas geral, devida à sua atenção e interesse, mas também específica, no modo como seus sujeitos se comportam. Quase sempre os sujeitos tendem a agir de acordo com as expectativas dos experimentadores (pág 165).

10. Numa pesquisa ou experimento, se qualquer um dos participantes, exibir tensão ou hostilidade e não desejar realmente que de bons resultados, as chances de sucesso diminuem muito (pág. 175).

3. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia)

No meu cotidiano, após a leitura deste livro, em primeiro lugar, comecei a prestar mais atenção no meu cachorro, bem como já estou aplicando alguns experimentos no atendimento sistêmico com as pessoas, fazendo leitura de campo e levando-as a relatar suas histórias para posteriormente leva-las a um resultado positivo.

4. O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

Procuro ser mais observadora, a leitura deste livro foi bem complexa para mim, e me fez ver muitas coisas que passavam despercebida, como no caso do “olhar” que é algo que se for bem planejado pode ser transformador ou destruidor.

5. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

Procuro ser mais observadora, a leitura deste livro foi bem complexa para mim, e me fez ver muitas coisas que passavam despercebida, como no caso do “olhar” que é algo que se for bem planejado pode ser transformador ou destruidor.

6. Se você encontrasse o autor do livro, o que você diria à ele?

Diria que ele é muito inteligente e tem muito conhecimento, pois seus experimentos estão levando muitas pessoas à cura.

7. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Sugiro esta leitura para todas as pessoas que foram amputadas. Para levá-los à entender o que se passa com seu corpo após tal transformação.

Aos terapeutas. Para entender o fenômeno da pergunta e resposta.

Aos veterinários a fim de incentivar mais pesquisas.

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você