[ editar artigo]

Fichamento - Histórias de Amor, Bert Hellinger

Fichamento - Histórias de Amor, Bert Hellinger

DADOS DO LEITOR

Nome completo: Carla Aparecida Duran

Curso: 1 - Renascimento Sistêmico Pela Respiração Consciente –Módulo Avançado em Constelações Sistêmicas

Curso:  2 - Formação Real em Constelações Sistêmicas

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: Histórias de Amor

Autor (es): Bert Hellinger

Edição: 3ª. Edição

Local de Publicação: Belo Horizonte – MG – Brasil

Editora: Atman


Orientação Para Fichamento

1. Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

O amor como tal o conhecemos não é funcional, as formas de amar e o amor em si vai além daquilo que vemos e sentimos. O amor dá certo, e para isso é preciso coragem e determinação para compreender e a disposição para aprender a amar, e com isso o amor curar a vida.

2. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

  1. Reconhecer o outro, meu parceiro como um ser único, inconfundível e que não posso e não devo muda-lo. Só amaremos e teremos a felicidade na nossa relação se eu o colocar na mesma igualdade, nem ser superior ou inferir, juntos nos completamos;
  2. Reconhecer que preciso das outras pessoas, não posso e não devo viver sozinha;
  3. Ao me relacionar, não me relaciono só com meu parceiro, mas com todo seu sistema familiar, e o parceiro que tenho e seu sistema faz ressonância com o meu, não é por acaso nem coincidências, por isso ter cautela ao julgar meu parceiro e suas atitudes;
  4. Acolher, aceitar e incluir o antigo parceiro e os frutos do relacionamento anterior do meu parceiro, para ter felicidade neste relacionamento atual e para que meus filhos não sofram as influências que o ato de não aceitar esta antiga relação possa trazer;
  5. Amar, dar e receber dentro dos limites que sou capaz de oferecer, crescendo mutuamente a medida que o amor se completa;
  6. Não posso carregar o destino do outro, retirar a responsabilidade e as consequências das ações alheias é o mesmo que tirar a dignidade e diminuir o outro;
  7. Só posso respeitar os homens, me reconciliar com meu parceiro se aprendi isto de minha mãe. A influencia que a mãe tem nos relacionamentos é profunda. Para o meu ter sucesso preciso também me reconciliar com minha mãe;
  8. As vezes, a fonte e energia de cura vem do próprio agressor, então devo olhar para o trauma e sofrimento com um olhar diferente, esconder-me ou fugir do meu sofrimento só me trará mais dor e sofrimento;
  9. Reverenciar e agradecer pela minha história, por meus antepassados, pois se passei o que passei só me permitiu me fortalecer para as vicissitudes da vida;
  10. Renunciar as reclamações na relação, usar de perdão e confiança para que dê certo a relação.

3. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia)

Passei a refletir em cada lamento e reclamação que desfiro contra meu parceiro. Pag. 61 “o amor dá certo quando um concede ao outro o direito a dez pecados... seja o que tiver acontecido em um relacionamento de casal, não voltamos ao acontecido, nem mesmo em pensamentos. Isto é amor...” Reclamo muito daquilo que penso que ele não me dá (seja carinho, atenção ou um auxilio nas demandas da casa) e tenho muito ciúmes da relação anterior dele. Ao ler o livro nos tópicos em que trata das relações anteriores, me doeu ter que reconhecer que a ex-companheira de meu esposo tem o lugar dela, mesmo ela tendo feito tudo que fez. Levei alguns dias para aceitar a ideia e hoje diante do que vivemos, vejo que se não incluir isso não será possível viver essa relação.

4. O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

Começo a dar pequenos passos em aceitar que o outro me dá aquilo que ele tem condições de ofertar. Sinto que eu e meu esposo estamos em desequilíbrio nessa balança pois eu considero que dou mais que recebo, seja pelas traições sofridas ou por auxiliar ele a cuidar do filho do relacionamento anterior e pelo passado do antigo relacionamento dele, mas ao ver que mesmo diante da minha personalidade ele permanece comigo, a compreensão e paciência que ele tem também é uma doação. Passei a reconhecer os pequenos gestos que meu companheiro faz no dia a dia.

5. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

  • Reclamar menos;
  • Ser mais grata as coisas que tenho;
  • Olhar para mim com mais carinho;
  • Procurar investigar e reconhecer a historia da minha família, nossos segredos e traumas.

6. Se você encontrasse o autor do livro, o que você diria a ele?

Gratidão por abrir o coração e a mente para esta missão e o abraçaria longa e demoradamente. Ao ler o livro, é como se sentisse a presença do autor segurando a minha mão, amparando a cada insight e descoberta de que o amor pode dar certo. Pode dar certo para mim.

7. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Aos casais, para que juntos possam construir e reconstruir suas histórias de amor, principalmente aos novos parceiros nos relacionamentos. Aos filhos, para compreenderem os meandros das relações. E a qualquer um que queira compreender as relações afetivas.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Carla Duran
Carla Duran Seguir

Mamãe de primeira viagem, uma apaixonada pelo ser humano, pelo pleno desenvolvimento do ser e que busca a cura e as respostas pelas inquietações que trago na alma.

Ler conteúdo completo
Indicados para você