[ editar artigo]

Florais de Bach - como começar?

Florais de Bach  - como começar?

Todos os sofrimentos carregam uma dinâmica e informam sobre o que aquele organismo está experienciando e necessitando.

Chamamos sintomas tudo o que afeta, prejudica, diminui a alegria, a disposição, a criatividade. Pode ser um sofrimento físico ou emocional.

Portanto, escassez financeira, apatia, mágoa, gastrite, náuseas, queda capilar, são exemplos de sintomas do ponto de vista sistêmico.

Na raiz, na origem, de praticamente todos os sofrimentos existe a necessidade de reconciliação, de tomar o amor dos pais, de tomar os pais, de curar memórias pessoais ou transgeracionais traumáticas.

Portanto, um terapeuta sistêmico não trabalha somente no alívio daquele sofrimento emocional expresso, mas e principalmente no que o origina.

Um homem de 45 anos chega impaciente, ansioso. Fala rápido e diz que quer logo uma solução. Não poderá permanecer o tempo previsto na consulta porque está atrasado para outro compromisso. Ao perguntar sobre sua infância, ele responde: quem tem pai alcóolatra tem alguma infância? E sacode a cabeça triste.

Um dos deveres do Terapeuta é estabelecer Rapport, é Cuidar do Ser. Não adiantaria absolutamente contrariar o cliente e dizer a ele: volte quando tiver tempo! Já podemos perceber que aqui é necessário cuidar dessa mágoa (Willow), para poder tomar o pai (Holly), curar os traumas de sua  infância  e também da infância de todos os antepassados do sistema, porque quem alcooliza procura uma infância feliz para algum órfão (Star Of Bethlehem) e curar essa pressa, esse ritmo exagerado (Impatiens).

Eu disse a ele:

- Óh, sim!  Por favor, leve esses quatro vidrinhos e coloque duas gotinhas de cada um em uma garrafinha de 500ml de água. Faça isso três vezes ao dia. Será um total de 6 gotinhas + 1 litro e meio de água. Quando estiver faltando um dedinho para terminar os vidrinhos, me chame para agendarmos nova consulta. Então, vai me contar como está , os resultados e seguiremos. O senhor vai mesmo perceber os efeitos em menos de 10 dias.

Não vou me delongar. Mas, em 8 meses, esse cliente relatou:

- Eu não tive coragem de dizer, mas todas as noites, antes de dormir eu tomava um copo de vinho. Me sentia como um velho avô. Mas, eu não conheci nenhum deles. No terceiro dia que estava usando as gotinhas, eu sonhei que era um menino que andava e andava. Corria tanto perigo. Tinha roupas sujas e pés no chão. Acordei estava suado e com medo. Nunca mais senti necessidade de tomar vinho antes de dormir.  

O tratamento dele durou cerca de 1ano e 6 meses. Fizemos cerca de 8 sessões presenciais e aproximadamente 10 composições. Entretanto ele tomou Holly em todas elas.

Algumas que bem me lembro:

Holly + Agrimony + Chestnut Bud + Olive  (tinha vontade de chorar e não conseguia, sentia-se repetindo velhos erros, esgotado).

Holly + Mustard + Chestnut Bud + Honeysuckle (queria ser mais forte, mais determinado, estava melancólico e saudoso).

Holly + Chicory + Star of Bethlehem + Agrimony (estava pouco criativo, sem afetividade, chateado com a esposa e filhas. Queixou-se que teve mãe muito ausente e submissa).

Holly + Chicory + Vine + Chestnut Bud (estava sentindo-se melhor. Chateado porque sabia o que era melhor para a família, mas “nunca” queriam lhe ouvir.)

Holly + Chicory + Elm + Water Violet (estava cansado de suas tarefas, mas amava sua profissão e queria realizar bem sua jornada nesta vida. Sentia-se sempre muito seguro de como as coisas deve ser, ético. Isso trazia-lhe um tanto de solidão).

 

Em inícios de tratamento, precisamos pensar que precisamos começar pelo começo.

Memórias traumáticas, pessoais ou transgeracionais, estão sempre na causa destes sofrimentos sistêmicos. De outro modo, o indivíduo nem teria nos procurado. Porque sintomas que são proporcionais ao contexto se resolvem rapidamente, não demandam intervenções terapêuticas. Poderíamos comparar a um simples resfriado.  Quando acontece duas ou três vezes por ano, não há porque se preocupar. Entretanto, quando torna-se persistente, frequente e com efeitos de afastamento de trabalho e outras complicações das vias respiratórias, então, há que buscar intervenções. Porque há, nesta altura, algo mais que o ambiente e o contexto envolvido. Talvez um estresse, descuido alimentar, sobrecarga afetiva, etc.

O começo qual é?  O início é sempre o pai e a mãe.  Portanto, Holly + Chicory. Memórias traumáticas – Star of Bethlehem para curar os sofrimentos, para que o ferimento possa produzir pérolas, cicatrizar. Honeysuckle – para o passado ficar no passado e o lixo transformar-se em adubo.

Quaisquer outros florais, das trinta e oito essências, nos utilizamos também, porque realmente a diversidade dos sofrimentos são tão grandes. Numa jornada de cura, os sintomas vão surgindo e utilizamos várias essências. Por isso pedimos tanto aos nossos clientes que considerem como um tratamento, uma jornada. Não uma consulta pontual para a solução apenas daquele sintoma. Porque a cura não é simplesmente o sintoma deixar de existir mas o tratamento da pessoa como um todo.

 

OLINDA GUEDES é mãe da Nina e Camila Maria, apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras.  É mãe de mais outros cinco príncipes na terra, e quatro anjos no céu.

Utiliza os Florais de Bach há três décadas.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

#novolivo #constelações #sabersistemico

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você