[ editar artigo]

Livro: A Raiz da Rejeição (Joyce Meyer) - Considerações

Livro: A Raiz da Rejeição (Joyce Meyer) - Considerações

Para as pessoas que estejam precisando libertar-se da rejeição.

Just join the party! - Respeitar as diferenças deveria ser natural ao ser humano.

REJEIÇÃO

Ao ler este livro fui profundamente tocada com cada palavra que li, principalmente por perceber quantos danos a rejeição causa na vida das pessoas e causou na minha vida. Percebi que quanto mais negamos ou estamos inconscientes sobre a raiz da rejeição, mais estamos predispostos a sofrer as consequências dela. A rejeição pode ser ocasionada por diversos fatores, inclusive transgeracionais e está inteiramente relacionada a orfandade funcional.

Enquanto não olharmos para a rejeição, não identificarmos as suas consequências nas nossas vidas, tampouco poderemos curá-la. A rejeição tem que ser olhada como verdade, pois quando se está enraizado no abuso, na vergonha, na culpa, na rejeição ou em uma autoimagem pobre, os problemas começam a aparecer.

As causas da rejeição são inúmeras, muitas delas ocasionadas na infância fazendo com que as crianças se sintam impróprias e por isso tentam provar o seu valor até a morte, sendo em alguns casos bem sucedidas.

A busca constante por amor, aceitação e merecimento faz com que quem sofre de rejeição torne-se refém de outras pessoas, pois deseja-se incessantemente ser valorosa para elas e mesmo quando se tem esse valor tão esperado, ainda assim vive-se na insegurança de a qualquer tempo perder esse merecimento.

O medo constante de uma nova rejeição faz sofrer tormentos desnecessários resultando em rebelião, ira, amargura, culpa, inferioridade, autoimagem pobre, escapismos, crítica, pobreza, medos de todos os tipos, desesperança, pessoas defensivas, dureza, desconfiança, desrespeito, competição, ciúmes, perfeccionismo, entre outras que consequentemente levam a mais rejeição.

Cada vez que se sofre com a rejeição criam-se muros de proteção para não mais sentir dor e frequentemente faz-se juramentos para si próprio dizendo que nunca mais deixará que a rejeição o afete novamente, com isso não há abertura para o amor, para a cura.

Quando se é rejeitado, busca-se ao máximo suprir as expectativas do outro, satisfazendo as suas vontades, buscando perfeccionismo com esforço desumano em tudo o que faz só para ser aceito, só que isso gera mais dor e esgotamento. Tudo isso acontece porque se busca no outro e não dentro de si próprio a cura para o sofrimento de rejeição.

A cura consiste em olhar para dentro de si, aceitar a rejeição como fato e mudar a percepção sobre ela, sobre o olhar do outro. Consiste em sair do processo de vitimização para evoluir para aceitação e responsabilidade, buscando em Deus a força geradora de amor para suprir este vazio.

Para Deus todo ser é lindo, perfeito, vitorioso do jeito que é, ele dá a força necessária para seguir adiante com persistência, perseverança nesta busca por amor, aceitação e merecimento, sentimentos que curam e revitalizam ao mesmo tempo.

Só em Deus deve-se depositar a confiança, ele ama, aceita, acolhe e direciona cada ser humano na busca pelo seu propósito de vida.

Ele já tem um plano para nós, quanto maior for a fé, maior será a proximidade, conexão com ele.

Ele não nos abandona, basta que cada um faça a sua parte, abandone sentimento de controle, manipulação sobre os outros, destrua seus próprios muros e esteja aberto, receptivo para receber o seu direcionamento.

É possível ser livre da rejeição!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você