[ editar artigo]

MÃE – MAMÃE – Mas também, ESPOSA e antes de tudo MULHER

MÃE – MAMÃE – Mas também, ESPOSA e antes de tudo MULHER

MÃE – MAMÃE – Mas também, ESPOSA e antes de tudo MULHER
Por: Maria Batistel -"Porto Alegre RS

Chegando dia da MÃES, deixo uma reflexão que com as Constelações Familiares fui aprendendo e hoje se tornou muito forte a miríade de sentimentos que me envolveram em lembranças. 

Como é difícil, como filhos, termos uma imagem realista da nossa mãe. A idealizamos, e todo o ideal é irreal. E é desse ponto que começam nossas frustrações de filhos/filhas. Ao idealizá-las esquecemos a sua essência e na cobrança queixosa, nos afastamos. 

É importante lembrar o que Hellinger escreveu: a forma como tratamos a nossa mãe é a forma como nos colocamos na vida. Diz ainda que O sucesso em nossa vida tem a cara da mãe! O progresso tem a cara do pai.” É somente quando os tomamos por inteiro, tal como são podemos seguir com fluidez nossa vida.

Opss!!! Bugou!! 

E o que vem a ser tomar a mãe por inteiro? 

Antes, faz-se necessário que saiamos de nosso papel de reizinho/princesinha e nos reconhecemos como pessoas comuns. Depois... É dizer SIM a nossa mãe, tomando-a em nosso coração com um amor sem queixas, sem acusações ou reclamações, tal como ela é: uma mulher comum, que erra, que é imperfeita, e que também é esposa, com seus defeitos, e mesmo assim, é nossa mãe. Hummm!!!

E se minha mãe foi narcisista, ou abusiva ou negligente. Também tenho que tomá-la, como ela é? Nesse sentido, sempre uso a metáfora: somos frutos de um sistema que corre rio abaixo com uma cachoeira. Os pais são cachoeira e os filhos, o lago. É impossível devolver a água para a cachoeira, mas aquela pode fluir e criar novos caminhos. Assim, nós recebemos algo e repassamos adiante o que nos foi transmitido anteriormente. Nessa sentido, quando saímos do nosso lugar para ocupar o lugar de outro na família, por muitas razões, independente aqui de qualquer julgamento, perdemos força provinda desta cachoeira e deixamos de desempenhar o papel que deveríamos em nossa vida e dentro da família.
E quando então minha vida começa a fluir? 

Quando somos gratos a tudo que recebemos, dela nós recebemos o maior presente: a Vida. Sem ELA não estaríamos aqui.

Então...

Imaginem a força de tomar aquela que é a fonte da sua vida?

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você